Latam Airlines reduz plano de frota em US$ 2,3 bi

Getty
A Latam Airlines disse ontem (20) que reduzirá seus compromissos de frota em US$ 2,3 bilhões entre 2018 e 2021.

A Latam Airlines, maior grupo de transporte aéreo da América Latina, disse ontem (20) que reduzirá seus compromissos de frota em US$ 2,3 bilhões entre 2018 e 2021, com o objetivo de melhorar a eficiência de suas operações.

LEIA MAIS: Latam envia pedido à CVM para OPA da Multiplus

A companhia, que tem sua sede em Santiago, no Chile, explicou que este ajuste vai implicar um corte de 41% nos investimentos previstos em um plano anterior de frota.

“Há alguns anos, a companhia não faz um esforço tão grande em ajustar seu plano. O importante é que temos uma rota de investimento muito mais adequada em relação ao contexto macroeconômico”, disse Ramiro Alfonsín, vice-presidente de finanças da companhia aérea.

A empresa afirma que o controle de custos ocorre em um momento de maior pressão gerada pelos preços dos combustíveis, como ocorrido no terceiro trimestre. Entre julho e setembro, a Latam teve lucro de US$ 53 milhões, queda de 67% na comparação anual.

“O terceiro trimestre foi muito desafiador para toda a companhia. Estamos contendo os custos. Isso vai permitir que a companhia possa competir em todos os segmentos planejados. Estamos melhor posicionados para competir”, disse Alfonsín.

Na revisão do planejamento, a Latam manteve previsão de obter margem operacional entre 6,5% e 8% para este ano.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).