Presidente indicado do BB quer transparência

Reprodução/YouTube
Rubem Novaes também revelou que quer reduzir a ação do Estado no banco

O economista Rubem Novaes, indicado para presidir o Banco do Brasil no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, disse hoje (22) que fará operações nos mercados de capitais com máxima transparência quando estiver à frente do banco.

LEIA MAIS: Novaes assumirá BB e Guimarães comandará Caixa

Novaes disse a jornalistas em Brasília que sua prioridade, no momento, é se informar ao máximo sobre as atividades e do banco e que pretende avaliar como reduzir a ação do Estado dentro do banco estatal.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).