Príncipe Harry visita circo da Zâmbia

Reuters
O neto da monarca posou para fotos cercado de artistas do circo, que é financiado pelo Fundo Commonwealth da Rainha

Palhaços em pernas de pau e artistas de trampolim divertiram o príncipe britânico Harry hoje (27), quando ele visitou um circo de jovens da Zâmbia que é apoiado por uma das instituições de caridade da rainha Elizabeth.

LEIA MAIS: Novo herdeiro real: Meghan e Harry ‘grávidos’

Harry passou o último de seus dois dias no país visitando veteranos da Segunda Guerra Mundial na capital Lusaca e, em seguida, dirigiu-se ao Circus Zambia, um projeto que ajuda pessoas vulneráveis a adquirir habilidades, ensino e emprego.

O neto da monarca posou para fotos cercado de artistas do circo, que é financiado pelo Fundo Commonwealth da Rainha, entidade que apoia líderes jovens de todo o mundo.

“Todas as histórias que ouvimos hoje são lembretes poderosos do grande trabalho em andamento aqui. Todas frutos de pessoas jovens, como vocês, que se superaram para fazer a diferença para outras”, disse Harry, que é presidente do fundo, em um discurso. “É muito comum financiadores e investidores não perceberem o que vocês estão fazendo porque não os encontram ou veem o que estão conquistando. Estabelecemos o Fundo Commonwealth da Rainha para ser sua plataforma.”

Harry enviou os “melhores votos” de sua esposa, Meghan, que está grávida e ficou em casa.

Ontem (26), Harry se encontrou com o presidente Edgar Lungu e prometeu ajudar a aumentar a população declinante de elefantes da Zâmbia por meio de outra de suas instituições de caridade.

O príncipe é um visitante frequente do sul da África por causa de suas atividades de caridade e feriados, e ele e Meghan já desfrutaram de passeios românticos em Botsuana.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).