Resultados da Fox ficam abaixo do esperado

Forbes
A receita da divisão a cabo da Fox subiu 3,6%, para US$ 4,35 bilhões

A receita trimestral da Twenty-First-Century Fox ficou abaixo das estimativas segundo divulgação feita hoje (7), impactada pela ausência de um longa-metragem de sucesso no final do verão nos Estados Unidos e pelo período de preparação para vender a maior parte do seu negócio para Walt Disney.

LEIA MAIS: Fox vai vender participação da Sky na Comcast

Rupert Murdoch, o bilionário dono da Fox, concordou em junho em vender os ativos de entretenimento da empresa para a Disney por US$ 71,3 bilhões e está em vias de finalizar o acordo depois de receber a aprovação da Comissão Europeia esta semana, com a condição da venda de alguns canais de notícias e documentários de interesses da Disney.

A receita da divisão de entretenimento filmado da Fox caiu 7,5% no primeiro trimestre encerrado em 30 de setembro, para US$ 1,82 bilhão, abaixo dos US$ 1,95 bilhão previstos por analistas.

A receita da divisão a cabo da Fox subiu 3,6%, para US$ 4,35 bilhões, respondendo por mais da metade da receita total no primeiro trimestre e comparada à estimativa média dos analistas de US$ 4,48 bilhões, segundo dados I/B/E/S da Refinitiv.

A receita total trimestral subiu para US$ 7,18 bilhões, ante US$ 7 bilhões um ano antes, e abaixo da estimativa de US$ 7,23 bilhões.

VEJA TAMBÉM: Fox investirá US$100 mi em plataforma de vídeos

Após a conclusão da venda da Disney, a Fox criará uma nova empresa, incluindo a Fox News, Business, Sports e a Broadcasting Company, que espera ter uma receita anual de cerca de US$ 10 bilhões.

A Fox informou que o lucro líquido atribuído aos acionistas aumentou para US$ 1,29 bilhão, ou US$ 0,69 por ação, no primeiro trimestre, ante US$ 855 milhões, ou US$ 0,46 por ação, no mesmo período do ano anterior. Excluindo itens não recorrentes, a Fox lucrou US$ 0,52 por ação, em linha com a estimativa dos analistas.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).