Santander estreia mercado de letras imobiliárias garantidas

Sergio Moraes/Reuters
Logo do Santander no Rio de Janeiro

O Santander Brasil concluiu ontem (21) a emissão de cerca de R$ 24 milhões em Letras Imobiliárias Garantidas (LIG), oficialmente inaugurando o uso do instrumento criado para ampliar as fontes de mercado para financiar a compra de imóveis. Isenta de cobrança de Imposto de Renda para pessoas físicas e investidores estrangeiros, a LIG foi regulamentada no fim de 2017 pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Na semana passada, a B3 anunciou que iniciaria o registro de LIG a partir desta quarta-feira.

LEIA MAIS: Jeff Bezos vai doar US$ 100 milhões aos sem-teto

Com rentabilidade atrelada à variação cambial, além da referência a taxas de juros e índices de preços, a LIG dispõe da garantia dupla. Em caso de falha no pagamento pela instituição emissora, o agente fiduciário assume o controle dos ativos.

A LIG é inspirada nos covered bonds europeus. Além dos bancos, sociedades de crédito e de investimento, companhias hipotecárias e cooperativas podem emitir LIG.

Segundo Luiz Masagão, diretor da Tesouraria do Santander Brasil, os títulos foram vendidos a investidores qualificados e a operação está em linha com os planos do banco de ser mais competitivo na oferta de financiamento imobiliário. “Estamos considerando fazer uma nova emissão na semana que vem”, disse Masagão.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).