Softbank abre mão de faixa de preços em IPO

Getty Images
O IPO do SoftBank pode ser a maior abertura de capital da história do Japão

O SoftBank registrou hoje (30) uma nova marca no Japão, estabelecendo um preço único indicativo de 1.500 ienes para sua oferta pública inicial de ações na área de telecomunicações, em vez de estabelecer uma faixa de preço, como é o comum em operações do tipo. Com isso, o IPO pode movimentar 2,4 trilhões de ienes (US$ 21,16 bilhões), a maior abertura de capital da história do país.

LEIA MAIS: IPO do Softbank deve levantar mais de US$ 20 bi

O preço foi inalterado a partir da estimativa que a SoftBank, a subsidiária doméstica de telecomunicações do grupo japonês, anunciou ao lançar a oferta pública inicial (IPO) no início do mês.

O preço “parece consistente com o que temos ouvido sobre uma demanda comercial relativamente forte”, disse o analista Chris Lane, da Sanford C. Bernstein. “Não estamos surpresos com essa demanda, já que o investidor comercial está realmente analisando os rendimentos.”

O SoftBank deve ter um rendimento anual de dividendos – ou dividendos como porcentagem do preço da ação – de 5%, segundo cálculos da Reuters. Isso se compara com 4,18% da líder do mercado de celulares NTT DoCoMo.

“Se você está confiante de que o IPO estará sobrecarregado nesse valor, então não há necessidade para estabelecer uma faixa de preços”, disse Lane.

O IPO tem como objetivo disponibilizar ao grupo fundos para reduzir a dívida e fazer grandes apostas em inovações que o presidente, Masayoshi Son, prevê que irão ditar novas tendências de tecnologia para o futuro.

VEJA TAMBÉM: SoftBank pretende investir na chinesa Hellobike

Corretores inicialmente expressaram preocupação sobre se haveria demanda suficiente pelo IPO dado o tamanho da venda, mas desde então foi constatado forte interesse na oferta.

Para ajudar a criar esse interesse, as corretoras se envolveram em uma campanha de marketing sem precedentes, incluindo o que acredita-se ser a primeira com anúncios de televisão para um IPO de uma empresa privada no Japão.

“A partir do que estamos recebendo dos nossos clientes, temos uma demanda maior do que o número de ações que estamos alocados para vender”, disse um executivo de uma grande corretora.

Outros disseram que a estimativa inicial já era alta o bastante considerando as finanças da subsidiária quando comparadas às suas equivalentes.

Os subscritores do IPO não comentaram o assunto.

E TAMBÉM: Toyota e SoftBank fecham parceria para carro autônomo

Em operações de oferta púbica de ações, as empresas normalmente estabelecem uma faixa de preços indicativa depois de receberem um retorno de investidores institucionais sobre estimativas de preços. Corretoras então abrem seus livros de encomendas por um período estabelecido, ao final do qual um preço de venda é determinado.

A 1.500 ienes por ação, o valor de mercado da subsidiária de telecomunicações ficará em aproximadamente 7,2 trilhões de ienes, transformando-a na oitava maior empresa de capital aberto do Japão, imediatamente à frente da operadora da rede de roupas Uniqlo, da Fast Retailing.

Cientes da imagem madura do setor de telecomunicações doméstico do Japão, o SoftBank está se vendendo como uma companhia de crescimento sustentado por tecnologia, dizendo que lançará novos negócios ao se juntar à startups apoiadas por sua matriz Vision Fund.

Mas muitos investidores enxergam a SoftBank como um investimento estável com o apelo adicional de um alto pagamento de dividendos. Sua promessa de pagamento de 85% é muito maior que as dos rivais NTT DoCoMo e KDDI Corp.

Nomura, Mizuho, Deutsche Bank, Goldman Sachs, JP Morgan e SMBC Nikko são os coordenadores globais conjuntos do IPO.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).