Vendas da Tyson Foods ficam abaixo das estimativas

Getty Images
Queda da empresa no setor da indústria alimentícia foi de 1,4% no trimestre; ações caem 6,5%

A Tyson Foods divulgou hoje (13) vendas trimestrais abaixo das estimativas de Wall Street, conforme o maior processador de carne dos Estados Unidos foi afetado pela menor demanda por frango.

LEIA MAIS: Tyson compra Keystone da Marfrig por US$ 2,5 bi

As vendas totais caíram 1,4% no trimestre encerrado em setembro, para US$ 10 bilhões. Analistas, em média, esperavam receita de US$ 10,26 bilhões, segundo dados do IBES da Refinitiv.

Apenas as vendas na divisão de frangos da companhia subiram 2,6% no período, devido a novas aquisições, mas a receita operacional caiu quase 34% em relação ao ano anterior.

A demanda por frango nos Estados Unidos foi afetada no período em razão de disputas comerciais lideradas pelo presidente norte-americano, Donald Trump, que resultaram em menor exportação de carnes bovina e suína dos EUA para a China e o México, impulsionando a oferta doméstica.

O lucro líquido atribuído à empresa subiu para US$ 537 milhões, ou US$ 1,47 por ação, no quarto trimestre encerrado em 29 de setembro, ante US$ 394 milhões, ou US$ 1,07 por ação, um ano antes.

Excluindo itens, a empresa lucrou US$ 1,58 por ação, superando as expectativas dos analistas de US$ 1,35 por ação.

VEJA MAIS: Carrefour adota blockchain para monitorar produtos frescos

Por volta de 15h40, as ações da Tyson Foods caíam 6,4% em Nova York, a US$ 57,65.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).