Ferrero interrompe produção na maior fábrica de Nutella

Reuters Reprodução
O grupo disse que vai tomar medidas preventivas quando o resultado da investigação se tornar conhecido, no final da semana.

O grupo italiano Ferrero interrompeu temporariamente as atividades na maior fábrica de produção de Nutella, em função de um problema de qualidade detectado na tarde de terça-feira (19).

LEIA MAIS: Chegou ao Brasil o chocolate rosa millennial

Localizada na região francesa da Normandia, a instalação produz um terço de todos os potes de Nutella vendidos globalmente, segundo o site da empresa.

“Depois de analisar os resultados de uma das verificações de qualidade em nossa fábrica de Villers-Écalles, notamos um defeito de qualidade em um dos ingredientes semi-prontos usados ​​na fabricação de nossos produtos de Nutella e Kinder Bueno”, disse a Ferrero em um comunicado.

A empresa acrescentou que a suspensão temporária foi uma medida de precaução para permitir novas investigações. “Por enquanto, podemos dizer que nenhum dos nossos produtos já em mercado é afetado pela situação e que o fornecimento aos nossos clientes continua ininterrupto”, afirmou.

O grupo disse que vai tomar medidas preventivas quando o resultado da investigação se tornar conhecido, no final da semana.

A venda de Nutella, composta por chocolate e avelã, é muito popular na França, e grandes descontos no produto em janeiro de 2018 levaram a brigas entre os clientes de uma rede de supermercados. A Ferrero, que também fabrica bombons Ferrero Rocher e ovos de chocolate Kinder, anunciou ontem (20) vendas de € 10,7 bilhões previstas até 30 de agosto.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).