Iguatemi lucra 14% mais no 4º tri

Forbes Brasil
Aumento nas vendas do Iguatemi e receita maior contribuíram para o resultado

A administradora de shopping centers Iguatemi teve lucro líquido de R$ 76 milhões no quarto trimestre, superando em 14,1% o resultado do mesmo período de 2017, com aumento nas vendas e receita maior com aluguel em meio à redução gradual de descontos a lojistas.

LEIA MAIS: Iguatemi registra lucro de R$ 65,6 mi no 3º tri

“Já sentimos uma tímida retomada do consumo. A maturação dos projetos inaugurados no último ciclo de lançamentos da companhia e o preenchimento de áreas vagas também foram importantes para apresentarmos um bom desempenho”, disse a diretora financeira do grupo, Cristina Betts, em comunicado sobre os resultados.

O desempenho operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) somou R$ 159 milhões entre outubro e dezembro, com margem de 79,3%.

As vendas totais atingiram R$ 4,2 bilhões, alta de 5% ano a ano, ajudadas pela recente revitalização do mix de lojas. No conceito mesmas lojas, houve crescimento de 3,4%, enquanto em mesmas áreas a alta foi de 5%.

Em termos de aluguel, o Iguatemi elevou em 4,7% a receita em mesmas áreas, e em 4,3% em mesmas lojas na comparação com os três últimos meses de 2017. Outro indicador que mostrou melhora foi a taxa de ocupação, que subiu 0,4% no quarto trimestre, para 94,6%.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).