Previsões da Fiat Chrysler para 2019 decepcionam

Getty Images
A empresa previu fluxo de caixa livre de mais € 1,5 bilhão, abaixo dos € 4,4 bilhões atingidos no fim de 2018

As ações da Fiat Chrysler despencaram 11% hoje (7), após previsões de lucro e fluxo de caixa livre de 2019 abaixo do esperado levantarem dúvidas sobre as metas de longo prazo da montadora ítalo-americana.

LEIA MAIS: Fiat Chrysler vai pagar US$ 800 mi para encerrar ações

A sétima maior montadora do mundo disse esperar em 2019 lucro ajustado antes de juros e impostos (Ebit) – excluindo a unidade Magneti Marelli – de mais de € 6,7 bilhões.

Isso está abaixo da previsão média de analistas de € 7,3 bilhões e sugere pouca melhora sobre 2018, quando a FCA reportou Ebit ajustado na mesma base de € 6,7 bilhões.

A empresa previu fluxo de caixa livre de mais € 1,5 bilhão, abaixo dos € 4,4 bilhões atingidos no fim de 2018, devido a maiores despesas, pagamentos de multas e outros custos ligados a um acordo nos EUA por violar emissões de diesel.

A estimativa de 2019 também levanta dúvidas sobre as previsões de 2020 que a montadora deu em junho, quando o falecido presidente Sergio Marchionne prometeu entregar um Ebit ajustado de € 9,2 bilhões a € 10,4 bilhões.

Os resultados do ano passado vieram quase em linha com as expectativas de analistas, com a América do Norte respondendo por 85,5% do lucro, com margens na região melhorando de 7,9% para 8,6%.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).