Trump diz que conversas com a China foram ‘produtivas’

Getty Images
No Twitter, presidente disse que negociações prosseguiriam neste domingo

O presidente norte-americano, Donald Trump, disse hoje (24) que as negociações na véspera com a China foram “muito produtivas”, enquanto negociadores trabalhavam para resolver o impasse comercial antes do prazo de 1º de março para imposição de mais tarifas pelos Estados Unidos sobre importações chinesas. Trump afirmou em publicação no Twitter nesta manhã que as conversas prosseguiriam neste domingo.

LEIA MAIS: Enfraquecimento da China pode prejudicar EUA

No sábado, ambos os lados reportaram reduzir as diferenças. Autoridades tentam chegar a um acordo sobre uma série de questões complexas que governam a relação entre as duas maiores economias do mundo, incluindo as atuais políticas cambiais da China e aplicação de direitos de propriedade intelectual. Na sexta-feira, Trump disse que havia uma “boa chance” de um acordo surgir e que ele poderia estender o prazo de 1º de março, bem como avançar com uma reunião com o presidente Xi Jinping.

Os Estados Unidos devem aumentar as tarifas impostas sobre US$ 200 bilhões em importações chinesas de 10% para 25%, a menos que Trump decida por um adiamento.

A imposição de tarifas por ambos os países e a ameaça de uma ação mais severa têm sido principais motivos da tensão econômica global nos últimos meses. A situação contribuiu para recentes oscilações bruscas nos mercados acionários e é considerada por alguns como a razão por trás da desaceleração dos investimentos.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).