Ultrapar lucra 27% mais no 4º trimestre

Forbes Brasil
Grupo prevê expansão da demanda interna devido à melhoria da economia

O grupo Ultrapar divulgou hoje (20) que teve lucro líquido de R$ 495,6 milhões no quarto trimestre, superando em 27,3% o desempenho obtido um ano antes, apoiada principalmente na melhora do resultado financeiro.

LEIA MAIS: Ultrapar vê recuperação de negócios em 2019

A companhia apurou lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de R$ 993 milhões de outubro a dezembro, queda de 5,15% ano a ano. A receita trimestral subiu 9,9% na mesma comparação, para R$ 23,47 bilhões.

A Ultrapar, que reúne negócios que incluem a rede de postos de combustíveis, a distribuidora de gás Ultragaz e a rede de drogarias Extrafarma, informou que prevê expansão na demanda interna devido à melhora da economia brasileira.

“Projetamos crescimento em todos os nossos negócios nos próximos anos, com melhoria de rentabilidade e rápida redução da alavancagem financeira, o que nos permitirá aumentar nosso potencial de investimentos e prospecção de oportunidades de mercado”, diz no material de divulgação dos resultados.

No ano passado, a empresa investiu R$ 2,08 bilhões, queda de 10% ante 2017, dos quais R$ 548 milhões no quarto trimestre. A empresa fechou 2018 com dívida líquida de R$ 8,2 bilhões, ante R$ 7,2 bilhões 12 meses antes.

O resultado financeiro líquido foi positivo em R$ 117 milhões no quarto trimestre, revertendo desempenho negativo de R$ 119 milhões no mesmo período de 2017, refletindo os juros baixos e a apropriação de juros de créditos tributários referentes à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/COFINS, no valor de R$ 153 milhões.

A Ultrapar também anunciou distribuição de R$ 380,3 milhões em dividendos aos acionistas relativos ao exercício de 2018, com pagamento a partir de 13 de março deste ano.

Em comunicado separado, a empresa informou que seu conselho de administração aprovou um desdobramento das ações na razão de uma para duas.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).