ADRs da Vale nos EUA recuam após troca no comando

GettyImages
As ações da Vale nos EUA acumulam queda de mais de 16% desde 25 de janeiro, quando uma barragem de rejeitos de mineração da empresa se rompeu em Brumadinho.

As ações da Vale listadas nos Estados Unidos apresentam queda de cerca de 4% antes do início dos negócios hoje (4), sinalizando abertura no nível mais baixo em quase três semanas.

VEJA TAMBÉM: Vale confirma afastamento de Fabio Schvartsman

O movimento ocorre depois que a mineradora informou, no sábado (2), que o presidente-executivo, Fabio Schvartsman, e outros executivos graduados se afastaram temporariamente do comando após ação do Ministério Público Federal.

As ações da Vale nos EUA acumulam queda de mais de 16% desde 25 de janeiro, quando uma barragem de rejeitos de mineração da empresa se rompeu em Brumadinho, deixando pelo menos 182 mortos confirmados e mais de 100 desaparecidos.

Segundo a Jefferies, os ADRs da Vale são muito arriscados para compra, mesmo considerando o valor baixo e a performance significativamente fraca desde o colapso da barragem.

Schvartsman foi substituído pelo executivo Eduardo de Salles Bartolomeo, que trabalha na mineradora há 10 anos, já tendo exercido posições de diretor de logística, operações integradas de “bulk commodities” e, mais recentemente, de metais básicos, segundo comunicado da companhia ao mercado.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).