Apple convida Hollywood para o Vale do Silício

iStock
O segmento de serviços respondeu por apenas 14% da receita total de US$ 265,6 bilhões da Apple

A Apple deve finalmente abrir as cortinas hoje (25) de um esforço para produzir uma série de filmes e programas de TV destinados a competir com grandes empresas de mídia e aumentar a receita de serviços digitais enquanto as vendas do iPhone caem.

LEIA MAIS: Netflix descarta aderir ao serviço de TV da Apple

“É hora do show” é como a fabricante do iPhone anunciou o projeto para o Steve Jobs Theater em sua sede em Cupertino, na Califórnia. Analistas acreditam que será o primeiro evento de lançamento da empresa de tecnologia que não contará com novos gadgets ou hardware.

É provável que celebridades de Hollywood se desloquem até a sede de Cupertino da Apple para saudar a estreia de uma loja digital renovada da Apple TV. A Apple espera nomes como Jennifer Aniston, Reese Witherspoon, Oprah Winfrey e Steven Spielberg.

A companhia vai se juntar a um campo lotado onde rivais como o Prime Video da Amazon e a Netflix gastaram pesadamente para captar a atenção de telespectadores e ganhar dinheiro com séries e filmes premiados.

O salto da Apple para o entretenimento original sinaliza uma mudança fundamental em seus negócios. As vendas de hardware, que davam muito dinheiro, como iPhone, iPad e Mac, estavam estagnadas ou fracas em seu ano fiscal mais recente.

Sem outro novo gadget definidor de categoria anunciado ao público, espera-se que a Apple conte com a venda de assinaturas e serviços como streaming de vídeo, música e seguro de hardware.

VEJA TAMBÉM: Spotify registra queixa antitruste na UE contra Apple

O segmento de serviços respondeu por apenas 14% da receita total de US$ 265,6 bilhões da Apple, mas os investidores depositam suas esperanças no crescimento da área.

Nesta segunda-feira, a Apple também deve revelar uma opção de assinatura da Apple News com conteúdo das principais editoras e um novo cartão de crédito com a Goldman Sachs para reforçar a Apple Pay.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).