Caixa tem prejuízo de R$ 1,1 bi no 4º tri

No ano, o lucro líquido contábil da Caixa encolheu 17,1% sobre 2017, para R$ 10,335 bilhões.

A Caixa Econômica Federal registrou prejuízo líquido de R$ 1,113 bilhão no quarto trimestre, ante resultado positivo de R$ 6,245 bilhões no mesmo período de 2017, pressionada por perda bilionária decorrente da revisão do valor de ativos imobiliários e de créditos concedidos a empresas.

LEIA MAIS: Os melhores bancos do Brasil em 2019

Em balanço divulgado na manhã de hoje (29), o banco informou que o desempenho trimestral foi impactado pela baixa contábil em ativos imobiliários no valor de R$ 2,2 bilhões, além de revisões realizadas nas maiores exposições da carteira de crédito, que geraram a provisão adicional de R$ 1,1 bilhão para três grupos específicos.

Em 27 de fevereiro, a Reuters já havia antecipado que o banco poderia ter o resultado impactado pela adoção de uma abordagem contábil mais conservadora em relação a possíveis prejuízos do maior financiador imobiliário do país.

No ano, o lucro líquido contábil da Caixa encolheu 17,1% sobre 2017, para R$ 10,335 bilhões. Em termos recorrentes, contudo, o desempenho veio recorde, alcançando R$ 12,7 bilhões, alta de 40,4% ano a ano.

Ao fim de dezembro, a carteira de crédito ampla do banco somava R$ 694,5 bilhões, queda de 1,7% na comparação anual. O retorno recorrente sobre patrimônio líquido médio (ROE) subiu 2,45% em 2018, para 16,1%.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).