Câmara aprova controle de aéreas por estrangeiros

Carlos Jasso/Reuters
A discussão sobre o projeto foi marcada por embates com a oposição

A Câmara dos Deputados rejeitou a maior parte dos destaques e concluiu, na noite de terça-feira, a votação do projeto que libera a participação de capital estrangeiro em companhias aéreas com sede no país, informou a Agência Câmara. A proposta da chamada Lei Geral do Turismo, que agora segue para o Senado, permite a participação de até 100% de capital estrangeiro em aéreas brasileiras.

LEIA MAIS: Câmara aprova texto-base de capital estrangeiro em aéreas

A discussão sobre o projeto foi marcada por embates entre a oposição, que criticou a proposta por considerar que ela ameaça a soberania nacional, e a situação, para quem a abertura permitirá mais investimentos e geração de emprego no país.

A liberação da participação de capital estrangeiro nas companhias aéreas também é tema de uma medida provisória editada pelo então presidente Michel Temer.

A MP, que aguarda deliberação de comissão mista do Congresso e deve ser desconsiderada, eleva a possibilidade de participação dos estrangeiros, dos 20% atuais para 100%.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).