Canadá suspende voos de Boeing 737 MAX

Reuters
O ministro dos Transportes do país, Marc Garneau, disse em uma coletiva de imprensa que Ottawa vai impedir que as aeronaves 737 MAX 8 e 9 decolem, pousem ou sobrevoem o Canadá.

O Canadá é o mais recente país a suspender a atividade das aeronaves da Boeing 737 MAX depois que um Boeing MAX da Ethiopian Airlines caiu no domingo (10), matando 157 pessoas.

LEIA MAIS: Demanda por voos domésticos cresce 3,31%

O ministro dos Transportes do país, Marc Garneau, disse em uma coletiva de imprensa que Ottawa vai impedir que as aeronaves 737 MAX 8 e 9 decolem, pousem ou sobrevoem o Canadá. A Air Canada e a rival WestJet Airlines operam um total de 37 jatos Boeing 737 MAX.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).