Dell supera previsão no 1º balanço como empresa pública

As ações da Dell acumulam alta de mais de 22% desde 28 de dezembro

A Dell Technologies divulgou na noite de ontem (28) resultado acima do esperado por Wall Street, no primeiro balanço trimestral da fabricante de computadores desde que voltou a se tornar uma empresa de capital aberto. O grupo também previu receita anual acima das estimativas, apoiada em demanda por servidores e dispositivos de rede.

LEIA MAIS: Dell volta ao mercado de ações cotada a US$ 46

A Dell, uma das maiores fabricantes de PCs do mundo, voltou a ser empresa de capital aberto em 28 de dezembro. As ações da companhia acumulam alta de mais de 22% desde então.

A receita da área de soluções de infraestrutura, que abriga negócios de servidores e dispositivos de rede, aumentou 10%, para US$ 9,9 bilhões. A receita de servidores e redes aumentou 14%, para US$ 5,3 bilhões.

O faturamento do segmento de soluções ao cliente subiu 4%, para US$ 10,9 bilhões. A unidade produz desktops, notebooks e tablets, além de ter negócios com periféricos de marcas.

Excluindo eventos não recorrentes, a Dell espera receita em 2020 entre US$ 93 bilhões e US$ 96 bilhões, acima da estimativa dos analistas de US$ 94,11 bilhões, segundo dados da IBES Refinitiv.

Para o quarto trimestre fiscal, encerrado em 1º de fevereiro, o prejuízo líquido atribuível à Dell subiu quase três vezes, para US$ 299 milhões. As despesas operacionais aumentaram 13,7%, para US$ 6,78 bilhões.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).