Apple supera Spotify nos EUA em assinaturas pagas

Getty Images
Segundo fonte, a diferença entre os serviços é de 2 milhões de usuários

O serviço de streaming de música da Apple ultrapassou o rival Spotify em termos de assinantes pagos nos Estados Unidos, uma fonte familiarizada com o assunto disse à Reuters. Segundo ela, a Apple registrava 28 milhões de assinantes no final de fevereiro, comparado aos 26 milhões de assinantes pagos do Spotify.

LEIA MAIS: Apple reduz preços de iPhones XR na Índia

Ambas as empresas cobram US$ 9,99 por mês por assinaturas, embora o Spotify ainda tenha mais ouvintes totais nos EUA do que a Apple, graças a uma versão gratuita com anúncios e menos recursos de seu serviço. Os analistas também acreditam que o Spotify tem uma base de assinantes mais forte do que a Apple fora dos EUA.

Nem a Apple nem o Spotify divulgam dados dos ouvintes por país, e ambas as empresas se recusaram a comentar. O “Wall Street Journal” já tinha relatado anteriormente essa mudança de posição entre as duas empresas.

O serviço de streaming da Apple é parte de um esforço mais amplo da empresa para ganhar dinheiro com assinaturas e serviços, já que as vendas do iPhone estão ficando mais lentas. No mês passado, a empresa anunciou uma assinatura de notícias, televisão e jogos, bem como uma parceria para criar um cartão de crédito com o Goldman Sachs.

A Apple não divulga regularmente quantos assinantes possui, e a última contagem oficial – 50 milhões – ocorreu há quase um ano, em maio de 2018.

Cerca de 67 milhões de assinantes pagos do Spotify estão fora da América do Norte, informou a empresa em seu mais recente relatório trimestral.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).