Fertilizantes Heringer propõe pagar 20% de dívidas a credores

 

Reuters
companhia, uma das mais tradicionais no ramo de fertilizantes no Brasil, pediu recuperação judicial no início de fevereiro

A Fertilizantes Heringer propôs pagar 20% das dívidas junto à maioria de seus credores e vender sete unidades misturadoras como parte de seu plano de recuperação judicial, apresentado na véspera (10) ao mercado.

LEIA MAIS: Fertilizantes Heringer entra em recuperação judicial

A companhia, uma das mais tradicionais no ramo de fertilizantes no Brasil, pediu recuperação judicial no início de fevereiro. Em janeiro, a Reuters já havia revelado que a empresa trabalhava em uma reestruturação para lidar com dívidas elevadas.

Em seu plano, que ainda precisará ser avaliado em assembleia, a Fertilizantes Heringer propôs pagar 20% do R$ 1,7 bilhão em dívidas com os credores quirografários, com carência de dois anos para início dos pagamentos. A classe é a que possui mais valores a receber.

Os mesmos termos foram propostos para os credores quirografários MPE, compostos por micro e pequenas e empresas e com dívidas de R$ 10,5 milhões.

Já credores com garantia real tendem a receber 60% do valor das dívidas (R$ 271,4 milhões), enquanto a classe trabalhista, 100% do crédito (R$ 29,1 milhões).

Em paralelo, a Fertilizantes Heringer propôs a alienação de sete unidades produtivas, localizadas em Uberaba (MG), Rosário do Catete (SE), Três Corações (MG), Dourados (MS), Rio Verde (GO), Porto Alegre (RS) e Rio Grande (RS).


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).