Huawei vai voltar a vender smartphones no Brasil

Getty Images
Aparelhos P30 Pro e P30 Lite custarão R$ 2,5 mil e R$ 5,5 mil

A Huawei lançou hoje (30) dois smartphones sofisticados no Brasil, em sua segunda tentativa de ingressar no quarto maior mercado de celulares do mundo e em estratégia para ampliar sua presença na América Latina.

LEIA MAIS: Huawei lança 1º equipamento para conectar carros ao 5G

“Estamos em uma posição de mercado muito diferente em relação a que estávamos cinco anos atrás e estamos vendo grande impulso para a marca”, disse Ketrina Dunagan, vice-presidente de marketing da Huawei para as Américas.

Ambos os aparelhos, P30 Pro e P30 Lite, vão ser vendidos por meio de oito canais de varejo online e físico a partir de 17 de maio, disse a executiva.

A Huawei acertou parcerias com as redes Magazine Luiza, Via Varejo, B2W, Fast Shop e com a operadora Vivo, disse Ketrina.

Os aparelhos P30 serão importados da China em um primeiro momento, mas a Huawei está considerando produção no Brasil para atender à demanda, se necessário. Os aparelhos serão vendidos por cerca de R$ 2,5 mil e R$ 5,5 mil.

“Estamos contratando funcionários para as operações no Brasil e estabelecermos o que for necessário para assegurarmos nosso sucesso no país”, afirmou a executiva.

VEJA TAMBÉM: Huawei tenta conquistar Brasil com seus smartphones

A terceira maior fabricante de smartphones do mundo lançou um celular no Brasil em 2014, mas o modelo Ascend P7 encontrou demanda fraca e o projeto foi descontinuado.

Ketrina não informou estimativas de vendas para os modelos P30 no Brasil, mas afirmou que os esforços de venda serão concentrados inicialmente em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

As vendas de smartphones no Brasil devem cair 4,3% este ano, para 42,5 milhões de unidades, segundo dados da empresa de pesquisa de mercado IDC. Em 2018, o mercado recuou 6,8%. “Apesar do mercado geral não estar crescendo, o segmento premium, acima de R$ 3 mil, mostra incremento”, disse ela.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).