Volks e JAC planejam fábrica de elétricos na China

A empresa alemã, a maior montadora estrangeira da China, com vendas de 4,21 milhões de carros no continente e em Hong Kong em 2018, prometeu aumentar a produção de veículos com emissão zero como parte de sua estratégia de crescimento no país

A joint venture da montadora alemã Volkswagen com a chinesa Anhui Jianghuai Automobile (JAC) planeja investir 5,06 bilhões de iuanes (US$ 750,8 milhões) em uma nova fábrica de carros elétricos no leste da cidade de Hefei, de acordo com as autoridades locais.

LEIA MAIS: Volkswagen enfrentará Tesla na China com SUV elétrico

Um documento publicado online pela Área de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Hefei na segunda-feira (22) mostrou que a Volkswagen e a JAC obtiveram aprovação das autoridades ambientais para construir uma fábrica capaz de produzir 100 mil carros totalmente elétricos por ano.

O Grupo Volkswagen China confirmou hoje (25) os números que haviam sido incluídos em documentos oficiais anteriores e disse que a JAC-Volkswagen lançaria seu primeiro modelo em breve.

Um porta-voz da joint venture confirmou os planos para a fábrica, dizendo que a aprovação representou um “avanço ordenado do projeto”, e o primeiro modelo elétrico do empreendimento, o E20X, será lançado este ano.

A empresa alemã, a maior montadora estrangeira da China, com vendas de 4,21 milhões de carros no continente e em Hong Kong em 2018, prometeu aumentar a produção de veículos com emissão zero como parte de sua estratégia de crescimento no país.

A Volkswagen disse que planeja produzir mais de 22 milhões de carros elétricos nos próximos 10 anos, com mais da metade deles sendo na China. A empresa planeja lançar 14 novos modelos de veículos elétricos na China este ano.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).