Nestlé amplia oferta de produtos saudáveis no Brasil

Getty Images
Gigante está em busca parcerias com startups, como a feita com o Rappi

A Nestlé está ampliando os esforços para introduzir mais produtos naturais e orgânicos no Brasil, seu quarto maior mercado em todo o mundo, como parte de uma iniciativa mais ampla nas Américas para cortar açúcar, sódio e gorduras saturadas de seus alimentos, disse um porta-voz em entrevista.

LEIA MAIS: Nestlé lança linha vegana de hambúrgueres

A subsidiária brasileira da Nestlé tem 25 iniciativas no cronograma de inovações do portfólio de produtos para 2019, um aumento em relação aos 20 projetos conduzidos no ano passado, sendo a maioria voltada para produtos naturais, disse o vice-presidente de marketing e comunicação da companhia no Brasil, Frank Pflaumer.

Como outros fabricantes de alimentos embalados, a empresa, famosa aqui por produtos como chocolate em pó Nescau e barras Kitkat, reconhece uma transição global da preferência de consumidores por alimentos mais saudáveis.

A Nestlé Brasil destinou R$ 400 milhões para inovação nos últimos cinco anos, acrescentou Pflaumer. Ele se recusou a fornecer estimativas para os desembolsos nos próximos anos, mas comentou que é improvável que investimentos nessa direção sejam reduzidos.

O executivo afirmou que os esforços da Nestlé já permitiram ao grupo cortar mais de 14 mil toneladas de açúcar, 5 mil toneladas de gorduras saturadas e 300 toneladas de sódio do processo de fabricação no Brasil desde 2014.

No ano passado, a Nestlé abriu um novo laboratório de garantia de qualidade e lançou sua primeira linha de alimentos orgânicos no Brasil.

“Produzir organicamente não é a parte mais difícil, o mais desafiador é produzir organicamente em grande escala”, disse Pflaumer, acrescentando que a Nestlé está prestes a ampliar seu portfólio com quatro sabores de uma nova papinha orgânica para bebês em maio.

VEJA TAMBÉM: Nestlé começará a vender produtos Starbucks este mês

Parcerias com startups, incluindo o aplicativo de entregas colombiano Rappi, também estão em andamento, à medida que a empresa busca novas formas de levar produtos aos consumidores, contou o executivo.

Questionado sobre possíveis aquisições, Pflaumer disse que a Nestlé está monitorando todas as oportunidades no mercado brasileiro, mantendo o foco nas quatro áreas de negócios mundialmente prioritárias: café, pet care, nutrição infantil e água. “Não há orçamento fixo para inovação… Acordos podem acontecer”, acrescentou.

Fora do Brasil, a Nestlé tem sido bastante ativa em aquisições de outros negócios. Em 2018, a empresa suíça comprou participação majoritária na companhia equatoriana de alimentos naturais e orgânicos Terrafertil, após uma série de acordos nos EUA, incluindo a Blue Bottle Coffee, a Chameleon Cold-Brew Coffee, o grupo de alimentos vegetarianos Sweet Earth e o negócio de refeições prontas Freshly.


Siga a FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).