Nubank negocia aporte liderado pelo SoftBank

Francesco Carta/Getty Images
O SoftBank lidera as conversas para um aporte de US$ 1 bilhão no Nubank

O Nubank, que afirma ser a maior fintech do país, está negociando receber um aporte liderado pelo fundo japonês SoftBank, disse uma fonte a par do assunto à Reuters.

LEIA MAIS: Nubank atinge 4 milhões de contas

“As conversas estão em estágio inicial, os valores ainda não foram definidos e o Nubank conversa com outros potenciais investidores”, disse a fonte, sob condição de anonimato.

O site “Vox” publicou na véspera que o SoftBank lidera as conversas para um aporte de US$ 1 bilhão no Nubank, que avaliaria o portal financeiro em até US$ 10 bilhões.

Uma nova rodada de investimento pode acelerar os planos de internacionalização do Nubank, que no mês passado anunciou a estreia no México, abrindo uma ofensiva para chegar a vários outros mercados latino-americanos nos próximos anos. No Brasil, onde tem cerca de 8,5 milhões de clientes, o Nubank tem como principais produtos um cartão de crédito e uma conta de pagamentos, mas vem ampliando rapidamente sua prateleira de produtos, incluindo empréstimos pessoais.

O SoftBank criou neste ano um fundo de cerca de US$ 5 bilhões para investir em empresas de tecnologia com potencial de alto crescimento na América Latina. No mês passado, o grupo japonês anunciou um investimento de US$ 1 bilhão no aplicativo de entregas Rappi. O Softbank também investiu em outra empresa de entregas, a Loggi, que recebeu aporte de US$ 150 milhões em rodada que contou entre os investidores a Microsoft.

Procurado, o Nubank afirmou em nota que “está sempre avaliando oportunidades para novas captações de recursos” e que não tem nenhum comentário específico sobre um eventual aporte liderado pelo SoftBank, que preferiu não comentar o assunto.

VEJA TAMBÉM: Os segredos da revolução roxa do Nubank

Ao anunciar a chegada ao México, a vice-presidente de operações do Nubank, Cristina Junqueira, afirmou que o investimento para início das operações no país não consumiria recursos dos US$ 180 milhões recebidos pelo Nubank da empresa chinesa de internet Tencent, em outubro passado.

Desde que surgiu há pouco mais de cinco anos, o Nubank já recebeu mais de US$ 400 milhões em sete rodadas de investimento de investidores como Sequoia Capital, Kaszek Ventures, Tiger Global Management e da própria Tencent.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).