Recuo de consoles leva GameStop a suspender dividendos

Divulgação
‘Splinter Cell’, um dos jogos comercializados pela GameStop

As ações da GameStop caíram 26% ontem (4), após a varejista de videogames suspender seu dividendo trimestral e registrar queda de 13,3% na receita do primeiro trimestre, abaixo das estimativas de analistas, devido à desaceleração das vendas de videogames e consoles. O diretor financeiro da companhia, Rob Lloyd, disse que os consumidores estão adiando a compra de consoles, já que os atuais modelos PS4 e Xbox One estão em fase final, e estão aguardando novas versões da Sony e da Microsoft. “A última vez que passamos pelo período de transição do console foi quando a Sony e a Microsoft anunciaram consoles de nova geração”, disse Lloyd.

LEIA MAIS: Veja opções de cursos livres de games em São Paulo

O varejista de jogos tem lutado com lucros cada vez menores, à medida que os consumidores mudam para videogames que podem ser baixados, em vez de comprar versões físicas das lojas. A GameStop também enfrenta uma grande ameaça do crescente advento da transmissão de jogos, com gigantes da tecnologia como o Google, a Microsoft e outras empresas da Alphabet entrando no espaço ainda emergente.

A GameStop disse que usaria o capital destinado ao pagamento de dividendos para reduzir dívida e investir na melhoria da margem através de melhores atividades de pesquisa, precificação e promoção. A paralisação do dividendo economizará cerca de US$ 157 milhões por ano, além de ajudar a reduzir sua dívida de quase US$ 500 milhões.

As vendas de novos equipamentos caíram 35%, com um aumento nas vendas da Nintendo Switch mais do que compensado por um declínio nas vendas de consoles PlayStation 4, da Microsoft, e do PlayStation 4, da Sony, segundo a GameStop.

A empresa previu que as vendas comparáveis ​​para o ano inteiro caiam entre 5% e 10%, enquanto os analistas esperavam uma queda de 4,9% nas vendas mesmas lojas.

A GameStop, que viu várias mudanças na gestão desde que o presidente-executivo J. Paul Raines faleceu em março passado, vem cortando custos para se remodelar diante de um cenário de varejo em constante mudança.

Dois meses atrás, a empresa nomeou o veterano da indústria de varejo George Sherman como diretor executivo, seu quinto CEO em pouco mais de um ano, e nomeou James Bell como seu diretor financeiro na semana passada.

O lucro líquido da GameStop caiu para US$ 6,8 milhões, ou US$ 0,07 por ação, no trimestre encerrado em 4 de maio, de US$ 28,2 milhões, ou US$ 0,28 por ação, um ano antes.

As vendas líquidas caíram para US$ 1,55 bilhão, ante US$ 1,79 bilhão. Analistas esperavam, em média, prejuízo de US$ 0,03 por ação, com receita de US$ 1,64 bilhão, segundo dados do IBES da Refinitiv.

Siga a FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).