Bitcoin cai mais de 10% com aumento de receios sobre regulação

Getty Images
O bitcoin caiu 11% entre sexta-feira (12) e o início do dia de hoje (15), para US$ 9.855

Obitcoin caiu mais de 10% no fim de semana, para o menor nível em duas semanas, pressionado por temores sobre uma ofensiva regulatória de autoridades diante dos planos do Facebook para a criação da moeda digital libra.

LEIA MAIS: Para onde vai o preço do bitcoin?

O bitcoin caiu 11% entre sexta-feira (12) e o início do dia de hoje (15), para US$ 9.855, menor valor desde 2 de julho. A criptomoeda original despencou 10,4% somente ontem (14), a segunda maior queda diária neste ano. No início da tarde desta segunda-feira, a criptomoeda mostrava alta de 4%, a US$ 10.605.

Políticos e reguladores financeiros de todo o mundo pediram um exame minucioso da libra do Facebook, com preocupações que vão desde proteção do consumidor e privacidade até potenciais riscos sistêmicos, dado o alcance global da gigante de mídia social.

Em um sinal de ampliação da atenção dos Estados Unidos para o assunto, uma proposta para impedir que grandes empresas de tecnologia funcionem como instituições financeiras ou que emitam moedas digitais estava sendo discutida por legisladores democratas norte-americanos, de acordo com uma cópia do projeto de lei visto pela Reuters.

O presidente dos EUA, Donald Trump, criticou na semana passada o bitcoin, a libra e outras criptomoedas, exigindo que as empresas se sujeitem às regulamentações norte-americanas e globais se quiserem “se tornar um banco”.

O bitcoin subiu quase 55% em nove dias depois que o Facebook divulgou seus planos para a libra em 18 de junho, atingindo pico em 18 meses de quase US$ 14 mil. O projeto aumentou esperanças entre alguns investidores de que as criptomoedas poderiam ganhar aceitação mais ampla.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na