Dólar sobe ante real com exterior

iStock
O dólar à vista subiu 0,30%, a R$ 3,855 na venda

O dólar fechou em alta moderada contra o real hoje (2), num dia marcado por expectativas sobre o andamento da reforma da Previdência em comissão na Câmara e ruídos sobre sua tramitação, com um cenário externo cauteloso como pano de fundo.

LEIA MAIS: Dólar tem leves variações ante o real

O dólar à vista subiu 0,30%, a R$ 3,855 na venda. Na B3, o dólar futuro avançava 0,38%, para R$ 3,8665.

O mercado oscilou ao longo do dia ao sabor do noticiário sobre a possibilidade de votação do relatório da reforma da Previdência na quarta-feira (3). Pela manhã, ruídos de que o PSL poderia se rebelar e retirar votos favoráveis à proposta azedaram o humor do mercado.

No começo da tarde, porém, informações de que a votação do parecer ocorreria na quarta-feira reduziram o prêmio de risco. Posteriormente, contudo, o mercado voltou a tomar dólares, com relatos de saídas de estrangeiros do mercado local.

“A volatilidade do mercado foi típica de um dia de muitos rumores e notícias cruzadas”, disse Thiago Silencio, operador de câmbio da CM Capital Markets.

No fim da tarde, começou a reunião para decidir sobre a leitura da complementação de voto do relator Samuel Moreira (PSDB-SP).

VEJA TAMBÉM: Dólar fica perto da estabilidade

Mas o mercado de câmbio doméstico demonstrou forte aderência aos movimentos do dólar no exterior. A moeda norte-americana ganhou força no Brasil na parte da tarde à medida que o índice também tomava fôlego, com analistas ainda repercutindo preocupações sobre a situação comercial dos Estados Unidos com China e União Europeia (UE), além de dados fracos da economia mundial.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).