Economia dos EUA pode ter desacelerado no 2º trimestre

Reuters
País pode ter crescido no ritmo mais lento em mais de dois anos

A economia dos Estados Unidos deve ter crescido no ritmo mais lento em mais de dois anos no segundo trimestre, uma vez que a aceleração dos gastos dos consumidores foi provavelmente compensada por exportações e investimento empresarial fracos. A moderação esperada do crescimento acontece diante de um cenário de aumento de riscos para as perspectivas econômicas, especialmente da guerra comercial com a China e da desaceleração do crescimento global, que devem encorajar o Federal Reserve a cortar a taxa de juros na próxima quarta-feira pela primeira vez em uma década.

LEIA MAIS: Dólar recua ante real após dados sobre PIB dos EUA

Com o forte mercado de trabalho sustentando os gastos do consumidor, uma recessão, entretanto, não está no horizonte. O Departamento do Comércio publicará o relatório do Produto Interno Bruto no segundo trimestre nesta sexta-feira, às 9h30 (horário de Brasília).

O PIB provavelmente cresceu a uma taxa anualizada de 1,8% no segundo trimestre, também devido a um acúmulo menor de estoques, de acordo com pesquisa da Reuters junto a economistas, depois de saltar 3,1% no período entre janeiro e março.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).