Egito abre Pirâmide Curva para visitação

Mohamed Abd El Ghany/Reuters
Arquitetos mudaram forma depois que rachaduras apareceram na estrutura

O Egito abriu neste sábado para visitação a Pirâmide Curva construída pelo Faraó Sneferu, uma estrutura de 101 metros de altura ao sul do Cairo e que foi um marco na construção dessas composições. Os turistas vão poder descer 79 metros por dentro de um estreito túnel a partir de uma entrada na face norte da pirâmide, alcançando assim duas câmaras internas da estrutura de 4.600 anos de idade.

LEIA MAIS: Tumba de Tutancâmon reabre após década de restauração

A Pirâmide Curva foi uma das duas construídas pelo faraó Sneferu, fundador da Quarta Dinastia, em Dahshur, no extremo-sul da necrópolis de Mênfis que começa em Gizé.

A aparência dessa pirâmide é incomum. Os primeiros 49 metros foram construídos em íngremes 54 graus, e depois ela aplaina na parte superior.

De acordo com Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, os arquitetos mudaram a forma depois que rachaduras começaram a aparecer na estrutura.

“Sneferu viveu por muito tempo, e os arquitetos queriam fazer a forma completa, de pirâmide”, disse Mohamed Shiha, diretor do sítio de Dahshur. “Onde ele foi enterrado, não sabemos. Talvez nessa pirâmidade. Quem sabe?”.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).