Ibovespa tem leve alta com otimismo com FGTS

Getty Images
O volume financeiro da sessão somou R$ 32,79 bilhões

O principal índice da bolsa paulista encerrou hoje (17) com leve alta, após quatro dias no vermelho, com papéis de varejistas em destaque, em meio ao otimismo com a sinalização de que o governo pretende liberar saques de recursos do FGTS.

LEIA MAIS: Ibovespa fecha quase estável; Petrobras pesa

O Ibovespa teve variação positiva de 0,08%, a 103.855,53 pontos. O volume financeiro da sessão somou R$ 32,79 bilhões, em dia marcado pelo vencimento dos contratos de opções sobre o Ibovespa e do índice futuro.

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, na Argentina, que o governo anunciará esta semana a liberação de recursos de contas do FGTS para trabalhadores. Mais cedo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse esperar que sejam liberados R$ 42 bilhões com a medida.

Ações de empresas de consumo estiveram entre as líderes de ganhos. Em relatório, o Credit Suisse afirmou que a liberação dos recursos deve ajudar companhias de shopping centers, mas pode afetar os planos de crescimento de construtoras com foco na baixa renda.

Em outra frente, o Bank of America Merrill Lynch previu aceleração no crescimento dos lucros das empresas do Ibovespa nos resultados do segundo trimestre, em meio a uma menor base de comparação, preços mais elevados de commodities e menores custos de financiamento.

O gestor Werner Roger, sócio-fundador da Trígono Capital, destacou que o mercado está “de lado” desde a aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara dos Deputados. “Ficou meio sem notícias… O mercado agora está aguardando a temporada de resultados que vai começar.”

Entre as empresas com ações na composição do Ibovespa, Cielo abre a safra de balanços do segundo trimestre na próxima semana.

VEJA TAMBÉM: Ibovespa fecha quase estável em dia de vencimento de opções

No mercado externo, Wall Street encerrou com os principais índices em baixa, com preocupações sobre o embate comercial entre Estados Unidos e China e apreensões sobre o equilíbrio entre política monetária e crescimento.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).