CEO da Apple alerta Trump sobre tarifas contra China

Getty Images
Tim Cook: produtos da Samsung não estariam sujeitos às mesmas tarifas que os da Apple

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse no domingo que conversou com o presidente-executivo da Apple, Tim Cook, sobre o impacto das tarifas norte-americanas nas importações chinesas, bem como sobre a concorrência da empresa sul-coreana Samsung Electronics Co Ltd. Trump disse que Cook “apresentou um bom argumento” de que as tarifas poderiam prejudicar a Apple, já que os produtos da Samsung não estariam sujeitos a essas mesmas tarifas. As tarifas sobre um valor adicional de US$ 300 bilhões em produtos chineses, incluindo eletrônicos de consumo, devem entrar em vigor em duas etapas, em 1º de setembro e 15 de dezembro.

LEIA MAIS: Tim Cook tem bônus recorde em 2018: US$ 12 milhões

Por outro lado, os Estados Unidos e a Coreia do Sul fecharam um acordo comercial em setembro passado. “Eu achei que ele apresentou um argumento muito convincente, então estou pensando sobre isso”, disse Trump sobre Cook, falando com repórteres em um aeroporto de Nova Jersey.

Além de seus comentários sobre a Apple, Trump disse no Twitter no início do dia que seu governo estava “indo muito bem com a China”.

Os laptops e iPhones da Apple não enfrentariam as tarifas adicionais até 15 de dezembro, mas alguns dos outros produtos da empresa, incluindo os AirPods, Apple Watch e HomePod, estarão sujeitos às cobranças a partir de 1º de setembro. A Apple não estava imediatamente disponível para comentários.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).