China reforma juros para baixar custo de financiamento

iStock
Medida foi tomada após julho ter crescimento mais fraco que o esperado

O banco central da China apresentou uma importante reforma dos juros no sábado para ajudar a reduzir os custos de empréstimo para empresas e sustentar a economia, que vem sendo afetada pela guerra comercial com os Estados Unidos. O Banco do Povo da China afirmou que irá melhorar o mecanismo usado para estabelecer a principal taxa de empréstimo (LPR) a partir deste mês, em uma medida para reduzir a taxa de juros real a empresas como parte das reformas de mercado.

Analistas disseram que a medida, que foi tomada após dados mostrarem crescimento mais fraco do que o esperado em julho, destaca as tentativas do governo de usar reformas para sustentar a economia.

LEIA MAIS: Casa Branca diz “nenhuma recessão à vista”, a despeito da guerra comercial

“Ao reformar e melhorar o mecanismo de formação da LPR poderemos usar os métodos de reforma baseados no mercado para ajudar a reduzir as taxas de empréstimo reais”, disse o banco central em comunicado publicado em seu site.

O banco central vai “aprofundar a reforma da taxa de juros baseada no mercado, melhorar a eficiência da transmissão dos juros e reduzir os custos de financiamento da economia real”, disse.

As cotações de novos LPR dos bancos chineses serão baseadas em juros das operações de mercado aberto, e o centro nacional de financiamento interbancário será autorizado a publicar a taxa a partir de 20 de agosto, disse o banco central. Ele acrescentou que a taxa será publicada todo mês no dia 20, a começar deste mês.

Os bancos devem determinar os juros de novos empréstimos referindo-se principalmente ao LPR, e usar o LPR como referencial para as taxas flutuantes de empréstimos, disse o banco central.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).