CPFL Energia lucra R$ 574 mi no 2º tri, alta de 27%

No segundo trimestre, a empresa investiu R$ 521 milhões, aumento de 23,5%

A CPFL Energia, da chinesa State Grid, reportou lucro líquido de R$ 574 milhões no segundo trimestre, aumento de 27,4% ante o mesmo período do ano passado. A geração de caixa da empresa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 1,505 bilhão, aumento de 9,9% na comparação anual, com impulso do desempenho dos segmentos de distribuição e geração convencional, disse a empresa.

LEIA MAIS: Conselho da CPFL aprova oferta pública primária

Segundo a CPFL, o segmento de distribuição teve Ebitda R$ 873 milhões no período (+13,8%), refletindo principalmente os resultados advindos da conclusão dos processos de revisão tarifária da RGE (em junho de 2018) e dos reajustes tarifários das demais distribuidoras: CPFL Piratininga (outubro 2018) e CPFL Paulista (abril 2019).

Em mensagem no relatório de resultados, o presidente da companhia, Gustavo Estrella, disse que a administração da CPFL “segue otimista em relação aos avanços do setor elétrico brasileiro e continua confiante em sua plataforma de negócios, cada vez mais preparada e bem posicionada para enfrentar os desafios e oportunidades no país”.

Ele relatou que a companhia segue comprometida com seu plano de investimentos — cerca de R$ 11,9 bilhões para os próximos cinco anos, sendo R$ 2,2 bilhões em 2019 –, com disciplina financeira. No segundo trimestre, a empresa investiu R$ 521 milhões, aumento de 23,5%, e no semestre, quase R$ 1 bilhão.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).