Tyson Foods compra fatia de 40% no Grupo Vibra e avança em aves no Brasil

Adam Shrimplin/Reuters
Compra faz parte da estratégia de crescimento global da Tyson Foods

A Tyson Foods informou hoje (30) que fechou acordo para comprar 40% do Grupo Vibra, produtor e exportador brasileiro de carne de aves, como parte da estratégia de crescimento global da gigante norte-americana do setor de proteína animal.

LEIA MAIS: Lucro da Tyson Foods supera estimativas

O Grupo Vibra, com sede em Montenegro (RS) e operações no Paraná e Minas Gerais, além de uma unidade de negócios em Dubai, atende clientes no Brasil e em mais de 50 países.

“Uma vez concluído, o acordo dará à Tyson Foods mais flexibilidade no atendimento aos clientes nos principais mercados globais”, disse a companhia, em nota.

A negociação com o Grupo Vibra, foi realizada após a Tyson ter fechado a compra de ativos no exterior das brasileiras Marfrig e BRF, no ano passado.

O negócio com a Vibra garante à Tyson atuação no Brasil, maior exportador de carne de frango do mundo.

“O grande ponto é que a Tyson não tem como estar fora. O Brasil é muito competitivo”, disse uma fonte do setor, que pediu para não ser identificada.

Os termos do contrato com a Vibra não foram divulgados, e a transação ainda está sujeita à aprovação dos órgãos reguladores brasileiros.

VEJA TAMBÉM: Vendas da Tyson Foods ficam aquém do esperado

“Esse investimento nos permitirá acessar o suprimento de aves no Brasil para atender às crescentes necessidades dos clientes brasileiros e dos mercados de demanda prioritária na Ásia, Europa e Oriente Médio”, disse o presidente da Tyson, Donnie King.

Segundo ele, o movimento faz parte da estratégia de desenvolver uma “cadeia de suprimentos mais flexível e mitigar a volatilidade do nosso modelo anterior, que se baseava principalmente nas exportações dos EUA”.

Desde o ano passado, a Tyson Foods expande sua presença global com a aquisição de ativos da Keystone Foods junto à brasileira Marfrig, que incluiu operações na China, Coreia do Sul, Malásia, Tailândia e Austrália, além de negócios de aves da brasileira BRF na Tailândia e na Europa.

Com 18 unidades de produção, mais de 4.000 funcionários, a Vibra possui uma rede de cerca de 700 produtores integrados, segundo a Tyson.

As instalações da Vibra, que atua na produção e comercialização de proteína de frango com as marcas Nat e Avia, incluem incubatórios, laboratórios, granjas, fábricas de rações e frigoríficos.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).