Bolo do casamento real vira tendência de confeitaria

Reprodução
Bolo transformou a confeiteira e seu estabelecimento, a Violet Cakes, em um nome familiar entre as pessoas que seguem a família real.

Sábado (19) não foi um grande dia apenas para o Príncipe Harry e Meghan Markle. Foi também um dia glorioso para a Claire Ptak, a confeiteira norte-americana baseada em Londres responsável pelo bolo do casamento real.

VEJA TAMBÉM: Harry cumprimenta fãs antes de casamento real

A julgar pelas fotos postadas pelo Palácio de Kensington, o bolo de limão e flor de sabugueiro parecia delicioso. Além disso, transformou a confeiteira e seu estabelecimento, a Violet Cakes, em um nome familiar entre as pessoas que seguem a família real.

Porém, a publicidade fez mais do que isso. O bolo de Claire, com seu sabor incomum para um cerimônia real, já gerou uma enxurrada de variações criadas por confeitarias tanto do Reino Unidos quanto dos Estados Unidos. Mesmo antes do casamento, a Bywater Bakery, em Nova Orleans, já tinha postado uma foto de um bolo com o mesmo sabor no Instagram.

Reprodução
Bolo da Bywater Bakery, em Nova Orleans.

A Sucre, uma padaria boutique de Nova Orleans, postou uma foto do drinque de limão e flor de sabugueiro recém-criado e adicionado ao cardápio.

Reprodução
Drinque de limão e flor de sabugueiro da Sucre, em Nova Orleans.

Em New Hope, no estado da Pensilvânia, a Factory Girl Bake Shop anunciou na rede social a sua versão do bolo.

Reprodução
Versão da Factory Girl Bake Shop, de New Hope, na Pensilvânia.

E, em Nashville, Lisa Marie White exibiu a sua própria criação da receita no Thompson Hotel.

Reprodução
Criação de Lisa Marie White, de Nashville

Até a tarde de ontem (20), havia 364 posts no Instagram com a hashtag #lemonelderflowercake (“bolo de limão com flor de sabugueiro”), 545 com #lemonelderflower (“limão e flor de sabugueiro”) e 27 #lemonelderflowercupcakes (“cupcakes de limão e flor de sabugueiro”).

As receitas com limão e flor de sabugueiro, ou mesmo só com a flor de sabugueiro, já vinham entrando devagar em cardápios de sobremesas e drinques – mas o casamento real deverá impulsioná-las fortemente como uma tendência de sabor.

A flor de sabugueiro parece ser um pouco mais comum no Reino Unido do que em outros países. Em 2016, Andrew Smyth, um finalista do reality show “Great British Bake Off”, fez um bolo de flor de sabugueiro durante o episódio “Botanical Week”. Ian Cumming, um participante do programa, tem uma receita de pães de flor de sabugueiro com limão no website da “BBC”. Já nos EUA, a flor de sabugueiro é conhecida por causa das bebidas que muitos cozinheiros domésticos preparam, especialmente no sul.

Em suma, podemos esperar que às receitas de limão e flor de sabugueiro se juntem, em breve, a lavanda, açafrão-da-terra e outros sabores inspirados no jardim em cafés e padarias.

LEIA: Desistência do pai da noiva tumultua casamento real

Algumas outras tendências também devem surgir do menu da recepção do casamento real, divulgado pelo Palácio de Kensington. Uma coisa foi notável: a comida servida em bowls, ou seja, aperitivos em pequenas tigelas, normalmente com um garfo ou colher. O sistema faz um pouco mais de bagunça do que os canapés, que dominaram o mundo dos coquetéis, mas permitem que os fornecedores façam algo um pouco mais criativo do que um quadrado de massa folhada com um pouco de queijo e molho pesto.

No caso de Harry e Meghan, os aperitivos em bowl escolhidos eram fricassê de frango caipira com cogumelos morchella e alho-poró; risoto de ervilha e menta com brotos de ervilha, azeite trufado e crisps de parmesão; e barriga de porco Windsor assado lentamente por 10 horas com compota de maçã e torresmo.

Havia muitos outros aperitivos e algumas outras sobremesas além do bolo (o palácio os chamou de “canapés doces”), como macaroons de champanhe e pistache, tortas de crème brûlée de laranja e mini tortas de crumble de ruibarbo.

A recepção não deixou a desejar no quesito bebidas. Harry e Meghan serviram Pol Roger Brut Réserve Non Vintage Champagne, além de outros vinhos e bebidas não alcóolicas – em harmonia com o tema do sabor, havia uma bebida sem álcool de maçã e flor de sabugueiro, feita com o mesmo xarope de flor de sabugueiro que Claire usou no bolo.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).