5 sabores imperdíveis que são a cara de Nova York

iStock
Não apenas os legendários pratos farão você salivar, mas também trarão um pouco de nostalgia da sua herança.

Ao visitar qualquer cidade, fazer uma lista das coisas que você quer ver e fazer é sempre uma boa ideia para não perder nenhuma experiência essencial. Se comer está na sua lista e você é um apaixonado por gastronomia em visita a Nova York no verão do hemisfério norte, existem cinco sabores imperdíveis para acrescentar a sua relação de prioridades.

LEIA MAIS: Vivencie Nova York como um habitante local

A Big Apple sempre foi um caldeirão de culturas e sabores, então não é surpresa que muitos dos adoradores de comida tenham chegado à Nova York pela Ellis Island. Não apenas os legendários pratos farão você salivar, mas também trarão um pouco de nostalgia da sua herança.

Veja, na galeria de fotos a seguir, 5 sabores imperdíveis em Nova York:

  • Bagels

    Embora os bagels tenham se tornado um fenômeno global, eles nunca têm o mesmo sabor quando experimentados fora de Nova York. Seu DNA veio da Polônia – a receita foi levada ao Lower East Side imigrantes judeus. Alguns especialistas sugeriram que a água de torneira da cidade, um ingrediente essencial no processo, pode ser o grande diferencial do bagel feito em Nova York. Outros corretamente notam que o processo de produção não é precisamente replicado em outros lugares.

    Os bagels do Russ & Daughters, ponto de referência desde 1914, valem realmente a pena. Eles são primeiro fervidos em água e depois assados em um forno giratório. Na unidade da Orchard Street (Russ & Daughters Café), é possível pedir um bagel (ou bialy, outra escolha também vinda da Polônia) da sua escolha, servido em uma tábua com peixe defumado e cream cheese.

    Você também pode levar para viagem ou comer na loja original, localizada na E. Houston Street, ou se acomodar para um petisco no Museu Judaico de Nova York, na Quinta Avenida.

  • Cookie preto e branco

    Vontade de comer um chocolate? Ama baunilha? Por que escolher apenas um dos dois? Os tradicionais cookies redondos pretos e brancos de Nova York são quase tão grandes quanto um pires, e oferecem os dois sabores de cobertura em uma base de bolo amarela. Dizem que o caso de amor entre eles e a cidade começou em uma padaria alemã, a Glaser’s Bake Shop, em Yorkville, no Upper East Side. Infelizmente, os donos da empresa centenária anunciaram planos de aposentadoria em julho deste ano. O cookie é tão famoso que participou de um episódio de “Seinfeld”.

    A Zaro’s Bakery, uma admirada padaria do Bronx, distribui as guloseimas em nove pontos de varejo, incluindo as estações Grand Central e Penn. Uma companhia do Brooklyn, a Black & White Company, entrega sua própria versão dos cookies pretos e brancos por todo o país.

  • Pão de centeio

    Não é de se espantar que o pão de centeio ao estilo nova iorquino seja também chamado de Deli Rye (pão de frios), uma vez que ele combina muito bem com queijo, presunto e correlatos. Frequentemente reproduzido, mas nunca copiado, até o Walmart tentou introduzir sua própria versão do venerável pão.

    É possível adquirir um bom New York-Style Rye Bread na Orwashers, apelidada de New York’s Original Artisan Bakery. Fundada por imigrantes húngaros em 1916, a padaria (com unidades no Upper East Side, Upper West Side e Brooklyn) foi mudando de mãos ao longo dos anos, mas ainda conta com as receitas originais da iguaria.

  • Cheesecake

    Segundo o portal especializado Cheesecake.com, a receita original da sobremesa veio da Grécia e foi reinventada por uma padaria alemã em Nova York. O cream cheese e as gemas de ovo na versão nova iorquina dão uma rica e suave textura que o diferencia de qualquer outra.

    O Junior’s Restaurant tem sido uma instituição em Nova York desde os anos 1950, conhecido especialmente por seu famoso cheesecake, autointitulado o “cheesecake mais fabuloso do mundo”.

    Ao visitar a cidade, você pode escolher um pedaço do New York Cheesecake (ou o bolo inteiro) na Broadway com a 45th Street, Broadway com a 49th Street ou no Brooklyn. Para quem estiver no país, também é possível pedir online.

  • New York Corned Beef

    Os sanduíches de corned beef (uma espécie de carne em conserva) com pastrami da Katz’s Delicatessen, localizada na E. Houston Street, são legendários. O lugar, um marco no Lower East Side, abriu suas portas em 1888, e serviu de cenário para a clássica simulação de um orgasmo de Meg Ryan no filme “Harry e Sally”. O prédio fica em solo sagrado, antigamente um terreno baldio onde barris de carne e picles eram vendidos para imigrantes. O Katz tem um longo histórico de apoio às Forças Armadas dos Estados Unidos, que segue até hoje. Durante a Segunda Guerra Mundial, era conhecido pelo bordão: “Envie um salame para seu garoto no exército”.

    Como se fossem envelhecidas em sofisticados vinhos, as carnes do Katz demoram para ser curadas. Guloseimas como essas ao estilo kosher estão em extinção até em Nova York, e são ainda mais difíceis de serem encontradas em outras partes dos Estados Unidos. Sorte dos norte-americanos que, recentemente, o estabelecimento inaugurou um serviço de assinatura mensal que entrega refeições completas aos amantes de frios, suficientes para alimentar de quatro a seis pessoas.

Bagels

Embora os bagels tenham se tornado um fenômeno global, eles nunca têm o mesmo sabor quando experimentados fora de Nova York. Seu DNA veio da Polônia – a receita foi levada ao Lower East Side imigrantes judeus. Alguns especialistas sugeriram que a água de torneira da cidade, um ingrediente essencial no processo, pode ser o grande diferencial do bagel feito em Nova York. Outros corretamente notam que o processo de produção não é precisamente replicado em outros lugares.

Os bagels do Russ & Daughters, ponto de referência desde 1914, valem realmente a pena. Eles são primeiro fervidos em água e depois assados em um forno giratório. Na unidade da Orchard Street (Russ & Daughters Café), é possível pedir um bagel (ou bialy, outra escolha também vinda da Polônia) da sua escolha, servido em uma tábua com peixe defumado e cream cheese.

Você também pode levar para viagem ou comer na loja original, localizada na E. Houston Street, ou se acomodar para um petisco no Museu Judaico de Nova York, na Quinta Avenida.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).