7 podcasts essenciais para melhorar a saúde mental

iStock
Muitos dos podcasts disponíveis trazem uma diversidade de visões sobre saúde mental, tornando a discussão cada vez mais normal

Podcasts estão ficando cada vez mais populares e são bons ativos para negócios em crescimento. Recentemente, a Apple confirmou, na edição 2018 de sua conferência anual, que já existem mais de 550 mil podcasts e 18,5 milhões de episódios em mais de uma centena de idiomas.

LEIA MAIS: Startup une livros a podcasts para revolucionar a leitura

Ao mesmo tempo, os empreendedores estão cada vez mais fazendo da saúde mental e do cuidado pessoal suas prioridades. E muitos dos podcasts disponíveis trazem uma diversidade de visões sobre o tema, tornando a discussão cada vez mais normal. Eles não pretendem ser terapeutas profissionais, embora pareçam. Porém, fornecem dicas e manobras para que as pessoas possam gerenciar suas próprias questões mentais. Também promovem uma plataforma que pode criar conversas significativas ao redor do assunto e quebrar os estigmas que ainda o cercam.
Conheça, a seguir, sete podcasts que focam em saúde mental e amor próprio e sugerem estratégias efetivas que empreendedores conquistem o tão sonhado bem-estar:

  • O Happy Place, da apresentadora britânica de televisão e rádio Fearne Cotton, tem como objetivo trazer felicidade diária por meio de conversas casuais com personalidades, que contam como conquistaram bem-estar. Os assuntos são agradáveis e focam em body positivity, depressão, maternidade, estresse e recuperação.

  • Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus são os criadores do podcast Os Minimalistas, baseado em seus livros e na filosofia de trazer cada vez mais o que realmente importa para nossas vidas. Com suas obras, a dupla já alcançou mais de 20 milhões de pessoas. O podcast defende uma vivência significativa ao reduzir coisas desinteressantes. Ao fazer isso, nós criamos significado e propósito e, assim, alcançamos a felicidade. A filosofia minimalista não está diretamente relacionada a temas de saúde mental, mas ao eliminar a desordem em nosso ambiente – e na nossa cabeça -, aumentamos a eficiência e a produtividade.

  • O podcast Mad World, de Bryony Gordon, é conduzido pelo jornal “The Telegraph”. Nele, Bryony conversa com um convidado diferente a cada episódio, no qual ele conta como sua saúde mental foi afetada por eventos em sua vida e descobre por que se sentir estranho é a coisa mais normal do mundo. São dez episódios. Em um deles, o Príncipe Harry falou sobre os transtornos mentais após a morte de sua mãe quando ainda criança – o que ajudou a aumentar a conscientização sobre o assunto.

  • No Mentally Yours, do tabloide britânico “Metro”, Yvette Caster e Ellen Scott conversam com um convidado surpresa toda semana e discutem sobre uma variedade de aspectos que podem afetar nossa saúde mental, como dinheiro e mudanças na carreira. O podcast aborda assuntos difíceis que todos nós enfrentamos mas nem sempre estamos confortáveis para abordar, como depressão pós-parto, ansiedade social, luto, perdas e ataques de pânico.

  • O The Struggle Bus é um podcast semanal de conselhos apresentado por Katharine Heller e Sally Tamarkin, que trazem um estilo único de conversa, entusiasmo ilimitado e opiniões sinceras. Elas também respondem algumas a perguntas dos ouvintes durante os episódios. Nos 144 capítulos, a dupla abrange uma gama impressionante de tópicos: de chefes abusivos e política em locais de trabalho ao que fazer quando você está totalmente estacionado na carreira.

  • Comandado pelo escritor norte-americano e personalidade do rádio John Moe, o The Hilarious World of Depression oferece um olhar irreverente sobre depressão e ansiedade. É uma série de honestas, comoventes e divertidas conversas com alguns comediantes, como Maria Bamford, Paul F. Tompkins, Andy Richter e Jen Kirkman, para saber sobre como lidaram com a depressão. A doença pode ser uma condição médica muito isolada e ainda é estigmatizada. A produção pretende quebrar esses estigmas e criar uma noção de comunidade por meio dessas falas.

  • O podcast Happier, com Gretchen Rubin e sua colega Elizabeth Craft, teve mais de 42 milhões de downloads até agora. Conhecida pelo livro “The Happiness Project”, Gretchen traz no podcast dicas e táticas para criar sua própria versão de felicidade. As conversas têm o objetivo de fazer qualquer um pensar, além de serem cheias de energia e se parecem muito com os livros da apresentadora. São conselhos práticos e administráveis para que todos possam adicionar mais felicidade às suas vidas.

O Happy Place, da apresentadora britânica de televisão e rádio Fearne Cotton, tem como objetivo trazer felicidade diária por meio de conversas casuais com personalidades, que contam como conquistaram bem-estar. Os assuntos são agradáveis e focam em body positivity, depressão, maternidade, estresse e recuperação.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).