Museu dos Doces será inaugurado em NY em 2019

No início de 2019, a cidade de Nova York receberá mais um museu temático sobre comida, repleto de oportunidades para experimentação, compras e fotos.

LEIA MAIS: Conheça o Museu da Sobremesa, atração ideal para os viciados em açúcar

Batizado de Museu dos Doces, este paraíso açucarado de 2.787 m², localizado no icônico espaço do Limelight Club, na esquina da 20th Street com a Sixth Avenue, é o primeiro de três museus fundados pela Sugar Factory, famosa rede de restaurantes que conquistou celebridades como as Kardashian e as Jenner.

Junto às 22 lojas de varejo da empresa em todo o mundo (35 até o final de 2019), o Museu dos Doces lança um olhar lúdico sobre o infame design da casa noturna de 1983, usando a escada para destacar a instalação de doces e centenas de características surpreendentes, como murais de guloseimas comestíveis, instalações de arte ao vivo de artistas locais e apresentações musicais.

Segundo Charissa Davidovici, fundadora da Sugar Factory, o foco principal da iniciativa é celebrar “doces, guloseimas e diversão”.

Quando perguntada por que três museus – e não apenas um – ela diz: “Queremos espalhar alegria por todo o país, assim como fazemos em nossos restaurantes. Cada museu será construído a partir de uma mesma ideia, mas com diferentes elementos e salas que atendem às suas respectivas localizações”.

VEJA TAMBÉM: Nestlé vende unidade de doces e confeitos nos EUA para Ferrero por US$ 2,8 bi

Até a data de publicação desta matéria, o terceiro local não havia sido escolhido, mas o segundo museu está previsto para abrir em Los Angeles em 2020.

Não é preciso dizer que esse será o paraíso para quem é apaixonado por doces. Com mais de 15 salas experimentais temáticas, o espaço contará com mais de 500 tipos diferentes de doces (a maior seleção do mundo). Embora a Sugar Factory prefira manter mistério sobre informações mais detalhadas, veja, a seguir, os destaques mais interessantes segundo Charissa:

  • 1. Sala de jujubas

    “Sem ceder muita informação, a sala de jujubas de 2 mil metros quadrados contará com 20 mil unidades”, diz a empreendedora.

  • 2. Passarela de doces

    Ao contrário dos desfiles regulares, os visitantes podem se vestir e subir ao palco. Com uma grande seleção de bengalas doce como pano de fundo, além de uma área com fantasias e adereços, os convidados podem se juntar a outros “doces fashionistas” na passarela.

  • 3. Produção de doces

    Entre seis e 12 fabricantes de doces mostrarão todo o processo de produção das guloseimas, incluindo a de ursinhos de goma. Além de ver tudo através da janela de vidro, os convidados também podem participar da diversão. Em média, a Sugar Factory produz cerca de 10 mil unidades da guloseima por dia para todos os seus locais em Nova York, e essa será a sala onde eles serão feitos.

  • 4. Maior ursinho de goma do mundo

    Além dos 50 sabores de ursinhos de goma disponíveis para compra, um dos destaques do museu é a entrada de um urso de 7,6 metros que levou mais de seis meses para ser criado. “Haverá até ursinhos policiais para proteger a peça”, conta a executiva.

  • 5. Unicórnio de doce

    “O unicórnio doce de 3 metros facilmente se tornará o unicórnio de doces mais popular no Instagram do mundo. Ele ainda está sendo desenvolvido e terá um chifre enfeitado com doces”, diz Charissa.

  • 6. Corredor de memórias da história dos doces

    “Atualmente, o museu está trabalhando de perto com especialistas em doces e historiadores para reunir as informações mais interessantes e encontrar a maneira mais eficiente de compartilhá-las. No Candy Memory Lane, digno do Instagram, você aprenderá sobre a evolução da indústria de doces desde os anos 1900 até hoje. Espere envolver-se em diferentes atividades e temas dentro de cada sala. “Além disso, venderemos doces dos anos 1960, 1970, 1980 e 1990″, adianta Charissa.

  • 7. Primeira praça de alimentação de doces do mundo

    Admita: você, provavelmente, passa pelas praças de alimentação dos shoppings quando faz compras. Esta, localizada perto da entrada do museu, terá mais de 5.000 metros quadrados com mais de 20 vendedores e confeiteiros de todo o mundo oferecendo balas de goma de ursinho, donuts, cookies e outras variedades de doces. Eles venderão mais de 500 tipos diferentes do produto, além dos utensílios para quem quiser arriscar-se em casa.

1. Sala de jujubas

“Sem ceder muita informação, a sala de jujubas de 2 mil metros quadrados contará com 20 mil unidades”, diz a empreendedora.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).