Como o setor de turismo está eliminando o plástico

iStock
Empresas estão implementando inúmeras ações para reduzir – e até eliminar – o uso de produtos plásticos descartáveis

Da proposta de proibição dos plásticos para reduzir o lixo dos oceanos da União Europeia à recente proibição de sacos feitos do material na Austrália, o impacto ambiental do plástico descartável tem despertado a consciência das pessoas em todo o mundo. E o assunto ganhou a atenção também da indústria do turismo.

LEIA MAIS: Nestlé promete tornar todas as suas embalagens recicláveis até 2025

De iniciativas como a eliminação de canudos à troca de recipientes de produtos para banho, as empresas do setor de turismo e hospitalidade estão implementando inúmeras ações para reduzir – e até eliminar – o uso de produtos plásticos descartáveis.

Veja, na galeria de fotos a seguir, alguns exemplos pelo mundo afora:

  • Marriott

    O programa Serve360, capitaneado pela Marriott International, introduziu um novo sistema de distribuição de produtos de banho em 450 hotéis das bandeiras Classic Select – Residence Inn, TownePlace Suites, Courtyard, Fairfield by Marriott e SpringHill Suites, em vez de fornecer xampus e condicionadores em recipientes plásticos. Até o final de 2018, espera-se que essa mudança atinja 1,5 mil hotéis da rede.

  • Red Carnation Hotels Collection

    Os hotéis boutique e pousadas de luxo Red Carnation Hotels Collection vêm substituindo canudos, xícaras e tampas de café para viagem de plástico por produtos feitos de outros materiais. Na Cidade do Cabo, o The Twelve Apostles Hotel e Spa, por exemplo, adotou o uso de canudos de bambu e papelão. O The Ruben at the Palace, em Londres, oferece canudos de macarrão no lugar dos tradicionais de plástico. Para os hóspedes com intolerância a glúten, há a opção de canudos de papel biodegradável. Já o The Red Carnation Hotels começou a eliminar os plásticos descartáveis em dezembro do ano passado, como parte da estratégia de eliminação de plásticos da The Travel Corporation.

  • Hyatt

    Os hotéis Hyatt planejam eliminar o uso de canudos de plástico até 1o de setembro deste ano. Segundo a companhia, os itens estarão disponíveis apenas por solicitação, com a oferta de alternativas ecológicas.

  • Hilton

    Até o final de 2018, o Hilton planeja exterminar os canudos de suas 650 propriedades gerenciadas em todo o mundo com a oferta de uma versão de papel ou biodegradável mediante solicitação. Até agora, a rede de hotéis já removeu garrafas plásticas de água de reuniões e eventos em estabelecimentos localizados na China e Mongólia, o que resultou na eliminação de 13 milhões de unidades plásticas em um ano. Em hotéis na Austrália, Nova Zelândia e Fiji os canudos de plásticos já foram substituídos por versões ecológicas – uma economia de 2,5 milhões por ano.

  • Four Seasons

    O Four Seasons Hotels and Resorts removerá canudos de plástico de suas propriedades até o final do ano. Segundo a empresa, até o momento 20% do total de unidades já foram trocadas por versões biodegradáveis.

  • Thai Airways

    A companhia aérea tailandesa proibiu canudos de plástico em todos os seus voos, exceto em circunstâncias especiais, como para crianças, idosos e deficientes.

  • Alaska Airlines

    Em maio de 2018, a Alaska Airlines anunciou uma parceria com a Lonely Whale, uma incubadora que promove mudanças no mercado em nome dos oceanos do mundo, para iniciar a substituição de canudos de plástico por alternativas sustentáveis ​​dentro de seus lounges e em voos domésticos e internacionais a partir de 16 de julho.

  • Huritgruten

    Desde 2 de julho, a empresa de cruzeiros que opera ao longo da costa norueguesa baniu o uso de todos os plásticos descartáveis desnecessários em seus navios, incluindo misturadores de bebidas, aventais, talheres, copos, tampas de café e canudos.

  • Peregrine Adventures

    Em 1º de janeiro, de 2018, a empresa anunciou a proibição de todos os plásticos de uso único, como canudos, copos e garrafas de água, a bordo de seus exclusivos cruzeiros de aventura e passou a oferecer aos passageiros sacos de pano reutilizáveis ​​e garrafas de água retornáveis.

  • Fort Myers Beach, Flórida

    A cidade emitiu uma proibição em toda a ilha sobre a venda e o uso de canudos plásticos em 4 de fevereiro. Todas as empresas, incluindo hotéis, restaurantes e bares, localizadas na praia da cidade devem usar canudos alternativos ou simplesmente não usá-los. O motivo é o fato das tartarugas marinhas confundirem os produtos com alimentos. A medida pode ajudar a proteger os animais durante o períodos de reprodução na costa, de maio a outubro.

Marriott

O programa Serve360, capitaneado pela Marriott International, introduziu um novo sistema de distribuição de produtos de banho em 450 hotéis das bandeiras Classic Select – Residence Inn, TownePlace Suites, Courtyard, Fairfield by Marriott e SpringHill Suites, em vez de fornecer xampus e condicionadores em recipientes plásticos. Até o final de 2018, espera-se que essa mudança atinja 1,5 mil hotéis da rede.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).