Conheça o novo e luxuoso Rosewood Bermuda

Reprodução/Forbes
Após reforma de US$ 25 milhões, resort ganhou ares mais modernos

Eu sempre tive um carinho especial pelo lugar agora ocupado pelo Rosewood Bermuda. Esse local exuberante, cercado por campos de golfe e mansões de CEOs como Michael Bloomberg, no extremo leste das ilhas Bermudas, era um hotel tradicional, em um destino particularmente pitoresco, que visitei pela primeira vez quando adolescente, ainda conhecido como Castle Harbour.

LEIA MAIS: 7 pacotes de luxo para praticar ioga

Nos últimos anos, no entanto, já como Rosewood Tucker’s Point, ele parecia um pouco triste, já que estava sendo vendido para compradores em potencial. Agora, porém, com o novo proprietário e uma reforma de US$ 25 milhões anunciada em junho, o local me parece mais nítido e contemporâneo, ainda mantendo o senso de tradição pelo qual ele e as casas de campo em tons pastel são conhecidos.

É possível ver a mudança assim que se entra no saguão, agora mobiliado – assim como os 88 quartos – com sofás brancos em linhas simples e detalhes em turquesa e azul-marinho, em vez dos florais cor-de-rosa desbotados anteriores. O lobby ganhou, ao ar livre, o Conservatory Bar and Lounge, especializado em coquetéis de gin, no espaço da antiga biblioteca fechada – onde ninguém nunca foi.

Os restaurantes também foram redesenhados, tanto do ponto de vista do design, quanto do layout. A maior mudança foi no Island Brasserie – anteriormente The Point, com decoração e menu igualmente sóbrios. Um aspecto, no entanto, foi mantido: o mural de 25 metros de comprimento, encomendado pelo fundador da Pan Am, Juan Trippe, representando os principais portos do mundo no século 19 que antes enfeitavam as paredes do Sky Club de Manhattan no Pan Am Building. O filho de Trippe, Ed, que antes liderava o desenvolvimento do Tucker’s Point, comprou o mural em um leilão e o instalou no local. Os móveis ao redor, como as banquetas de couro azul, oferecem um toque moderno. E o cardápio se aventura mais com pratos locais: St David Shark Hash (pimenta branca, maionese de mostarda, molho picante, brioche de passas), asas de frango crocantes e mini Bermuda Benedicts em bolinhos de bacalhau como entradas e peixe grelhado com bananas, peixe frito crocante com ervilhas da ilha e arroz entre os pratos principais.

Na praia, alcançado por transporte do edifício principal está o The Beach Club Restaurant, com ensopado de peixes locais e pratos mais leves, como tacos de peixe. O restaurante do campo de golfe Sul Verde, sempre italiano, concentra-se agora na região da Campania.

VEJA TAMBÉM: Conheça os luxuosos barcos Van Dam

Os esportes são um grande negócio na ilha – os seis campos de golfe de classe mundial, distribuídos em seus 54 km², representam o maior número de campos per capita do mundo. Os dois campos do resort, além do vizinho Mid Ocean Club, são um grande atrativo para os hóspedes.

E, como o novo proprietário é fã de tênis, o esporte também está recebendo maior ênfase com a renovação planejada da quadra e um novo acordo com o Cliff Drysdale Tennis que, a julgar pelo meu professor, tem uma equipe talentosa. Devido à localização da ilha, no Atlântico, a 1.070 km a leste de Cape Hatteras, na Carolina do Norte, o golfe e o tênis são os principais atrativos no outono e no inverno, quando é frio demais para as praias cor de rosa cheias de corais.

A ilha sempre foi conhecida por suas praias fotogênicas. Apesar de nunca ter sido notada pela comida, isso está melhorando – e há pontos locais que devem ser explorados. Você pode escolher o café da manhã com bacalhau em um restaurante local, como o Paraquet, ou o criativo e mais internacional Village Pantry.

O Wahoo’s, na cidade colonial St. George, promete e oferece uma versão premiada da escura e rica sopa de peixe das Bermudas, juntamente com outros especiais do dia, como o Art Mel’s, um sanduíche do peixe da ilha, com passas torradas com molho tártaro e picante.

E AINDA: 7 praias espetaculares na Itália para visitar agora

Você pode, ainda, ter uma aula de história sobre a ilha, saber das fofocas locais e provar o bolinho de cheddar, pão de mel, bolo de coco ou qualquer outra coisa que Alaina Trott, proprietária do The Bridge Trading Post tenha feito no dia, uma antiga agência de correios onde seu pai costumava trabalhar. As caixas de correio ainda estão do lado de fora, agora em uso novamente. Ou você pode fazer o que os locais fazem e pegar um “steak and take” do Green Lite Café & Eatery.

Pratos mais refinados são encontrados no novo restaurante Huckleberry, no Rosedon Hotel. Já o Devil’s Isle, em Hamilton, do mesmo grupo por trás do Village Pantry, prepara pratos deliciosos, como o polvo espanhol grelhado com caponata, pinhão tostado e salsa verde.

Uma importação recente para a ilha também está produzindo alguns pratos deliciosos – se você souber qual restaurante escolher. O chique e contemporâneo hotel The Loren at Pink Beach, inaugurado no ano passado, está utilizando a Great Performances, empresa de refeições de Nova York, para criar e preparar menus com ingredientes locais. No andar de cima, em seu restaurante fechado, o Maree, o cardápio consiste em três pratos por um preço fixo. Nada do que eu provei – carne de caranguejo e abacate, robalo seco – foi realmente notável. Vários casais se levantaram assim que viram o cardápio e desceram para o menu mais casual, à la carte, do Pink Beach Club. Em um almoço tardio, em um outro dia, eu entendi o porquê: o cardápio era mais simples e os ingredientes tinham mais chance de fazer sucesso, como a tigela de poke com atum local. E ele também fica ao ar livre, permitindo que você observe as ondas do Atlântico selvagem se rompendo nas rochas e a praia rosa. Em outras palavras, uma experiência perfeita nas Bermudas.

Veja, na galeria de fotos abaixo, detalhes do novo e luxuoso Rosewood Bermuda:

  • Esse local exuberante, cercado por campos de golfe e mansões de CEOs como Michael Bloomberg, no extremo leste das ilhas Bermudas, era um hotel tradicional, em um destino particularmente pitoresco, que visitei pela primeira vez quando adolescente, ainda conhecido como Castle Harbour.

    Nos últimos anos, no entanto, já como Rosewood Tucker’s Point, ele parecia um pouco triste, já que estava sendo vendido para compradores em potencial. Agora, porém, com o novo proprietário e uma reforma de US$ 25 milhões anunciada em junho, o local me parece mais nítido e contemporâneo, ainda mantendo o senso de tradição pelo qual ele e as casas de campo em tons pastel são conhecidos.

  • Esse local exuberante, cercado por campos de golfe e mansões de CEOs como Michael Bloomberg, no extremo leste das ilhas Bermudas, era um hotel tradicional, em um destino particularmente pitoresco, que visitei pela primeira vez quando adolescente, ainda conhecido como Castle Harbour.

    Nos últimos anos, no entanto, já como Rosewood Tucker’s Point, ele parecia um pouco triste, já que estava sendo vendido para compradores em potencial. Agora, porém, com o novo proprietário e uma reforma de US$ 25 milhões anunciada em junho, o local me parece mais nítido e contemporâneo, ainda mantendo o senso de tradição pelo qual ele e as casas de campo em tons pastel são conhecidos.

  • Esse local exuberante, cercado por campos de golfe e mansões de CEOs como Michael Bloomberg, no extremo leste das ilhas Bermudas, era um hotel tradicional, em um destino particularmente pitoresco, que visitei pela primeira vez quando adolescente, ainda conhecido como Castle Harbour.

    Nos últimos anos, no entanto, já como Rosewood Tucker’s Point, ele parecia um pouco triste, já que estava sendo vendido para compradores em potencial. Agora, porém, com o novo proprietário e uma reforma de US$ 25 milhões anunciada em junho, o local me parece mais nítido e contemporâneo, ainda mantendo o senso de tradição pelo qual ele e as casas de campo em tons pastel são conhecidos.

  • Esse local exuberante, cercado por campos de golfe e mansões de CEOs como Michael Bloomberg, no extremo leste das ilhas Bermudas, era um hotel tradicional, em um destino particularmente pitoresco, que visitei pela primeira vez quando adolescente, ainda conhecido como Castle Harbour.

    Nos últimos anos, no entanto, já como Rosewood Tucker’s Point, ele parecia um pouco triste, já que estava sendo vendido para compradores em potencial. Agora, porém, com o novo proprietário e uma reforma de US$ 25 milhões anunciada em junho, o local me parece mais nítido e contemporâneo, ainda mantendo o senso de tradição pelo qual ele e as casas de campo em tons pastel são conhecidos.

  • Esse local exuberante, cercado por campos de golfe e mansões de CEOs como Michael Bloomberg, no extremo leste das ilhas Bermudas, era um hotel tradicional, em um destino particularmente pitoresco, que visitei pela primeira vez quando adolescente, ainda conhecido como Castle Harbour.

    Nos últimos anos, no entanto, já como Rosewood Tucker’s Point, ele parecia um pouco triste, já que estava sendo vendido para compradores em potencial. Agora, porém, com o novo proprietário e uma reforma de US$ 25 milhões anunciada em junho, o local me parece mais nítido e contemporâneo, ainda mantendo o senso de tradição pelo qual ele e as casas de campo em tons pastel são conhecidos.

  • Esse local exuberante, cercado por campos de golfe e mansões de CEOs como Michael Bloomberg, no extremo leste das ilhas Bermudas, era um hotel tradicional, em um destino particularmente pitoresco, que visitei pela primeira vez quando adolescente, ainda conhecido como Castle Harbour.

    Nos últimos anos, no entanto, já como Rosewood Tucker’s Point, ele parecia um pouco triste, já que estava sendo vendido para compradores em potencial. Agora, porém, com o novo proprietário e uma reforma de US$ 25 milhões anunciada em junho, o local me parece mais nítido e contemporâneo, ainda mantendo o senso de tradição pelo qual ele e as casas de campo em tons pastel são conhecidos.

  • Esse local exuberante, cercado por campos de golfe e mansões de CEOs como Michael Bloomberg, no extremo leste das ilhas Bermudas, era um hotel tradicional, em um destino particularmente pitoresco, que visitei pela primeira vez quando adolescente, ainda conhecido como Castle Harbour.

    Nos últimos anos, no entanto, já como Rosewood Tucker’s Point, ele parecia um pouco triste, já que estava sendo vendido para compradores em potencial. Agora, porém, com o novo proprietário e uma reforma de US$ 25 milhões anunciada em junho, o local me parece mais nítido e contemporâneo, ainda mantendo o senso de tradição pelo qual ele e as casas de campo em tons pastel são conhecidos.

Esse local exuberante, cercado por campos de golfe e mansões de CEOs como Michael Bloomberg, no extremo leste das ilhas Bermudas, era um hotel tradicional, em um destino particularmente pitoresco, que visitei pela primeira vez quando adolescente, ainda conhecido como Castle Harbour.

Nos últimos anos, no entanto, já como Rosewood Tucker’s Point, ele parecia um pouco triste, já que estava sendo vendido para compradores em potencial. Agora, porém, com o novo proprietário e uma reforma de US$ 25 milhões anunciada em junho, o local me parece mais nítido e contemporâneo, ainda mantendo o senso de tradição pelo qual ele e as casas de campo em tons pastel são conhecidos.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).