Os melhores carros da Monterey Car Week

Nada revive os corações dos aficionados por automóveis como a Monterey Car Week. Todo mês de agosto, os amantes de modelos raros, exóticos e carros-conceito vão para o norte da Califórnia para a principal exposição de automóveis do mundo.

LEIA MAIS: Rolls-Royce entrega encomenda exclusiva

Como base da semana está o Concours d’Elegance de Pebble Beach, que começou em 1950 e apresenta o Tour d’Elegance, um museu de carros antigos que se desloca lentamente ao longo da famosa 17-Mile Drive, da Península de Monterey. Há também o The Quail: A Motorsports Gathering em Carmel, que começou em 2003 e conta com a estreia de vários supercarros (as revelações deste ano incluem o Lambjini Huracán SVJ e o Bugatti Divo) e apresentação de carros-conceito.

O final do Concours d’Elegance, é claro, é a competição entre diferentes classes de carros clássicos, incluindo os da categoria Preservação Pré-Guerra, que apresenta carros que nunca foram restaurados, e a classe Postwar Sports, que exibe carros de corrida famosos.

O Melhor do Show deste ano foi um Alfa Romeo 2900B Touring Berlinetta de 1937, propriedade de David e Ginny Sydorick, de Beverly Hills, Califórnia. O casal entrou no Concours por vários anos, mas nunca ganhou as principais honrarias. “Este sonho se tornou realidade hoje e é simplesmente espetacular, com um carro espetacular”, disse David Sydorick, em uma entrevista pós-premiação. “Tivemos uma equipe maravilhosa neste carro, um grupo de restauração maravilhoso e pessoas maravilhosas nos outros detalhes.”

Veja, na galeria de fotos a seguir, os melhores carros da Monterey Car Week:

  • O Melhor do Show no Pebble Beach 2018 Concours d’Elegance foi um Alfa Romeo 8C 2900B Touring Berlinetta de 1937.

  • Esta Ferrari 250 GTO 1962 foi vendida por US$ 48,4 milhões, o maior preço já pago por um carro em leilão.

  • Ferrari 250 GT LWB Scaglietti Spyder California, de 1958, no Tour d’Elegance.

  • Uma Mercedes-Benz 540K Cabriolet A 1936 leva a vista na famosa 17-Mile Drive. No Concours d’Elegance, o carro foi premiado como Primeiro da Classe na categoria Clássico Médio Europeu.

  • Um WC Alfa Romeo 6C 1500 S 1928 lidera um Bentley Vanden Plas Tourer de 8 litros no Tour d’Elegance.

  • Um Peugeot 402 Darl’mat Légère ‘Special Sport’ Roadster de 1938 ao longo do circuito Tour d’Elegance.

  • Depois de uma restauração de dois anos, este Cadillac Series 90 Hartmann Cabriolet 1937 com um corpo suíço e um motor de 16 cilindros fez sua estreia em Pebble Beach e ganhou o primeiro lugar na categoria American Classic Open. O carro tem 6,7 metros de comprimento e foi originalmente comprado por um magnata suíço.

  • Um Rolls-Royce Phantom II Continental de 1935, originalmente construído para a família real de Jodhpur, destacou-se entre os Motor Cars da categoria Raj, em Pebble Beach, e foi premiado como Primeiro da Classe.

  • Este carro de corrida Barker Tourer da Mercedes-Benz 710 SS, de 1929, foi premiado como Primeiro da Classe na categoria Prewar Preservation, o que significa que não foi restaurado em quase 90 anos.

  • Este Duesenberg J Murphy Town Limousine, de 1929, estava entre os três finalistas do Melhor do Show no Concours d’Elegance.

  • A categoria Rolls-Royce Prewar foi levada por este Phantom III James Young Drophead Coupé de 1938.

  • Na categoria Ferrari Competition, o Primeiro da Classe foi vencido por esta Ferrari 500 Mondial Scaglietti Spyder, de 1955.

  • Na recém-criada classe Tucker no Concours d’Elegance, um Tucker 48 Sedan, de 1948, de propriedade de George Lucas, foi eleito o Melhor da Classe.

  • O que faz com que esta Ferrari 246 GT Dino Scaglietti 2 Door Coupe 1970 seja tão especial é que nunca foi restaurada. O carro foi nomeado Primeiro da Classe na categoria Postwar Preservation. Ao contrário de uma Ferrari tradicional, o Dino (nomeado para o filho de Enzo Ferrari) não possui um logotipo de cavalo. O emblema apenas diz “Dino”.

  • Em 1966, três Ford GT40s chegaram em primeiro, segundo e terceiro lugar nas 24 Horas de Le Mans. Este 1966 Mark IIB Coupe ficou em terceiro lugar e foi leiloado na RM Sotheby’s, sendo vendido por US$ 9,8 milhões.

  • Um roadster Duesenberg SSJ de 1935 que pertenceu a Gary Cooper estabeleceu um recorde para um carro norte-americano em leilão, sendo vendido por US$ 22 milhões.

  • Um Aston Martin DP215 de 1963 quase estabeleceu um recorde para a marca, sendo vendido por US$ 21,5 milhões na RM Sotheby’s.

  • A Lamborghini Aventador SVJ foi revelada no The Quail. Tem um motor V12 de 6,5 litros, é capaz de produzir 760 cv e apenas 63 carros serão produzidos, uma homenagem ao ano em que a Lamborghini foi fundada.

  • Bugatti estreou seu mais recente modelo no The Quail. The Divo é mais leve e mais rápido que o Chiron, com uma velocidade máxima de 380 km/h.

  • A Infiniti revelou um novo carro-conceito de velocidade, elétrico, de assento único, no Pebble Beach Concours d’Elegance de 2018: o The Prototype 10. Mais uma prova de que o futuro está chegando rapidamente.

O Melhor do Show no Pebble Beach 2018 Concours d’Elegance foi um Alfa Romeo 8C 2900B Touring Berlinetta de 1937.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).