Quanto custa viajar de 1ª classe a partir do Brasil

iStock
Dependendo da aeronave utilizada no trajeto, passageiro de primeira classe tem espaço completamento individual

Em vez do assento apertado e rodeado de estranhos, uma poltrona que vira cama em um espaço exclusivo. Em vez de disputar a atenção dos comissários por um atendimento, preferência no momento em que precisa de um tripulante – seja para pedir uma bebida ou apenas tirar uma dúvida. Voar de primeira classe ainda é um sonho para muita gente e se resume à coisa de cinema, mas a categoria ainda tem algum público, embora bem menor do que no passado.

LEIA MAIS: Luxo no ar: classe executiva começa a ter camas de casal

Essa redução se deu por dois motivos: primeiro, claro, o preço. Uma passagem de primeira classe para o destino mais próximo não sai por menos de R$ 10 mil. Segundo, a proximidade com o que é oferecido pela classe executiva, esta sim em crescimento. “As classes executivas de quase todas as companhias são iguais ou até melhores do que a primeira classe de alguns anos atrás”, afirma Dilson Verçosa Jr., diretor regional de vendas da American Airlines, uma das companhias que operam voos com primeira classe no Brasil.

Itens como maior acúmulo de milhas, internet a bordo, atendimento prioritário no check-in e no embarque, acesso a lounges e áreas VIP de aeroportos e remarcação e cancelamento de voo sem taxas, antes exclusivos à primeira classe, já são oferecidos por voos em classe executiva. “Na América do Sul, por exemplo, só existem duas cidades com demanda para primeira classe, São Paulo e Buenos Aires. Então, um voo SP-NY ainda vai ter essa opção. Para esses destinos, eu não acredito que a primeira classe vá sumir”, conta Verçosa. Nos outros destinos, no caso da American, a classe executiva já aparece como a opção mais confortável.

10 aeroportos com a melhor gastronomia em 2018

Mas ainda há aqueles que não abrem mão da privacidade na hora de voar. Artistas, celebridades e CEOs são os que continuam optando pelas primeiras classes mundo afora e têm seus lugares – individuais – garantidos. As companhias oferecem tratamento VIP, fora e dentro do avião, e trazem poucas diferenças entre si. A quantidade de bagagens permitidas no despacho varia de acordo com o tamanho das aeronaves operadas. Swiss e British Airways permitem um máximo de três malas de até 32 kg, enquanto American Airlines, Emirates, Air France e Delta Air Lines se resumem a duas bagagens despachadas por passageiro. Os tipos de alimentação e bebidas servidos na primeira classe não são explicitados porque isso depende do destino e da disponibilidade dos itens. Mas a American Airlines, por exemplo, oferece uma carta de vinhos criada pelo sommelier Bobby Stuckey e pratos pensados pela chef Maneet Chauhan. Já a Delta Air Lines tem opções da Starbucks entre seus itens não-alcoólicos. Para voos de longa duração, a American trabalha com roupas de cama Casper e a Delta com Westin Heavenly.

Fizemos uma pesquisa para saber quanto custa toda essa comodidade em voos partindo de São Paulo para seis destinos. O levantamento foi feito entre os dias 8 e 10 de agosto, nos sites oficiais de cada companhia. A data de ida e volta determinadas para todos os voos é 28 de dezembro e 6 de janeiro, respectivamente. A prioridade entre as opções de voo foi sempre para o de menor duração, não importando o número de paradas.

Veja, na galeria de fotos a seguir, quanto custa voar na primeira classe para seis destinos a partir de São Paulo:

  • Nova York

    American Airlines
    R$ 39.039

    Delta Air Lines
    R$ 52.827

  • Paris

    Swiss
    R$ 35.120

    Emirates
    R$ 53.836

    Air France (primeira classe na ida, volta apenas com a opção de classe executiva)
    R$ 26.573

  • Pequim

    Delta Air Lines
    R$ 55.358

    Emirates
    R$ 78.968

    British Airways (apenas com a opção de classe executiva no trecho São Paulo – Londres)
    R$ 12.780

    Swiss
    R$ 47.045

    Air France (ida com KLM a partir de Amsterdã e volta apenas com a opção de classe executiva)
    R$ 39.883

    American Airlines
    R$ 81.550

  • Londres

    Emirates (ida apenas com a opção de classe executiva)
    R$ 54.257

    American Airlines
    R$ 65.017

  • Tóquio

    Emirates (apenas com a opção de classe executiva no trecho São Paulo – Dubai na ida e Dubai – São Paulo na volta)
    R$ 67.099

    Swiss
    R$ 50.346

    Air France
    R$ 25.979

    United Airlines/American Airlines (ida operada por Japan Airlines a partir da escala em Nova York)
    R$ 86.191

  • Dubai

    Emirates
    R$ 83.483

Nova York

American Airlines
R$ 39.039

Delta Air Lines
R$ 52.827

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).