10 grifes de roupas minimalistas para ficar de olho

iStock
É sempre importante desfrutar dos prazeres simples da vida – incluindo aqueles disponíveis em nossos armários

O RetailMeNot revelou que os consumidores norte-americanos gastarão até US$ 329 em roupas, sapatos e mochilas na temporada de volta às aulas. Mas, para nós, que não passamos mais por essa fase, a temporada pode simplesmente significar uma oportunidade de renovação do guarda-roupa. À medida que a New York Fashion Week se aproxima, o radar de todos aqueles que se preocupam com moda está nas tendências mais quentes da próxima temporada. Não precisamos reafirmar que o maximalismo é popular e estiloso. No entanto, é sempre importante desfrutar dos prazeres simples da vida – incluindo aqueles disponíveis em nossos armários.

LEIA MAIS: Conheça a marca que combina ativismo com moda fitness

Embora seja fácil cair na cultura consumista e acreditar que é melhor seguir o maior número possível de tendências, peças mais simples são mais fáceis de misturar e combinar. A filosofia de “menos é mais” pode – e deve – ser incorporada também quando o assunto é moda.

Veja, na galeria de fotos abaixo, 10 marcas minimalistas que servem de inspiração:

  • Mijeong Park

    A grife de Los Angeles oferece peças simples e sofisticadas, variando de ternos a largos suéteres e blusas. Formalmente conhecida como Archo, a marca foi fundada pelo designer coreano-americano Mijeong Park em 2015. Com sua estética inspirada na Califórnia, alfaiataria limpa e paleta de cores neutras, todos os seus itens podem ser facilmente estilizados para qualquer ocasião – perfeitamente adequados para um dia de trabalho ou traje de fim de semana. A atemporalidade das roupas faz com que elas acabem se tornando os pilares de qualquer guarda-roupa, independentemente da temporada.

  • Helmut Lang

    Indiscutivelmente o fundador da moda minimalista moderna nos anos 1990, Helmut Lang tem designs que continuam sendo produtos básicos para o guarda-roupa de qualquer mulher urbana. Enquanto muitas das peças, com seus detalhes de couro e alfaiataria, chamem a atenção por si só, a coleção ready-to-wear oferece uma infinidade de peças básicas que elevam qualquer modelito. De camisetas a jaquetas de couro e ternos, as roupas da marca sintetizam o centro da cidade e combinam bem com suas compras de última hora para a próxima temporada.

  • Lunya

    A marca de luxo de Santa Mônica pode ser vista em uma infinidade de influenciadores em nossos feeds do Instagram e nos faz mais conscientes do que escolhemos usar quando estamos sozinhos em casa. A grife se concentra na criação de produtos a partir de tecidos e itens de origem sustentável, permitindo que nos sintamos confortáveis ​​enquanto dormimos ou descansamos em ambientes fechados. Com seu modelo de distribuição direto ao consumidor, a Luyna oferece suas peças básicas por um preço bem razoável.

    Criados em uma variedade de tons neutros, os tops, calças largas e macacões são feitos para servir livremente e conquistar o máximo conforto. No entanto, se os itens não forem muito largos, muitas das peças também podem ser incorporadas em suas roupas do dia a dia. Junte este macacão a um par de sandálias ou tênis para um look casual, confortável e chique.

  • FRAME

    A marca de Los Angeles é conhecida por suas ofertas estéticas e variadas de jeans, com inspiração parisiense. Claro, jeans são peças essenciais. No entanto, a marca também oferece uma ampla gama de tops casuais, calças e jaquetas que combinam perfeitamente com jeans ou saias mais formais. Embora ainda não esteja claro se a coleção prêt-à-porter da marca ganhará reconhecimento tão amplo quanto sua linha de jeans, vale a pena navegar nesses itens para descobrir mais blusas como a mostrada acima para adicionar alguma sofisticação simplificada para qualquer visual.

  • Echo + Air

    A marca minimalista realmente acredita nos detalhes. Com seu modelo de produção voltado para a ética e designs ecologicamente conscientes, suas coleções são produzidas em pequenos lotes, a apenas alguns quilômetros do estúdio de design da grife, na Califórnia, em fábricas que oferecem condições de trabalho humanas e salários justos para seus funcionários. A Echo + Air está totalmente comprometida com a sustentabilidade: usa exclusivamente tecidos, como Tencel, modal e poliéster reciclado, em seus projetos.

    Sua estética combina perfeitamente o minimalismo escandinavo com silhuetas japonesas, uma extensão autêntica do fundador e diretor de design da marca, da herança nórdica de Jordana Howard e da paixão pela estética asiática. Com sua sensibilidade oriental-ocidental, este macacão recortado pode ser facilmente usado de dia ou de noite.

  • Magali Pascal

    Com suas silhuetas simples, cores suaves e estampas discretas, a marca apresenta uma estética boêmia francesa, sem esforço e elegante. Ao contrário do canhão californiano de marcas minimalistas, a grife da designer nascida em Paris não necessariamente fornece aos consumidores uma linha de itens de cor sólida feitos de tecidos simples, permitindo que nos afastemos da estética que os norte-americanos normalmente associam a roupas discretas. Pelo contrário: a marca permanece fiel às suas raízes étnicas, com uma variedade de produtos luxuosos, feitos de rendas e seda, que dão aos looks um certo je-ne-sais-quoi (algo como “eu não sei o quê”, em português).

    Magali Pascal permite que você recrie facilmente suas combinações favoritas inspiradas no Instagram, graças a uma variedade de blusas folgadas, vestidos, calças e saias. Estilize este vestido de renda com sandálias ou sock boots para um look completo em qualquer época do ano.

  • A.P.C.

    Em um mundo pós-normativo, o minimalismo – em certa medida – sempre é tendência. Esta marca francesa nos traz de volta ao básico com tops perfeitamente proporcionais e jeans bem cortados. Desde a sua fundação em 1987, a estética da A.P.C manteve-se contra tendências mais maximalistas que entraram e saíram de moda nas últimas quatro décadas. O ressurgimento da tendência da declaração de moda agora está em uma escala que não seria possível antes das redes sociais. Portanto, é mais importante do que nunca nos contermos para não sucumbir à síndrome da moda de estilo sartorial objetiva brilhante. À medida que os Estados Unidos se aproximam da temporada de outono, vale a pena dar um passo para trás ao olhar tanto para o guarda-roupa atual quanto para a lista de desejos fashion, certificando-se de estocar peças básicas de alta qualidade – além de suas descobertas mais aventureiras.

  • Gentry Portofino

    A marca italiana de luxo orgulha-se de seu artesanato italiano de alta qualidade e das silhuetas simples das roupas. Ao mesmo tempo em que se concentra principalmente em sua coleção de cashmere, a grife cria vestidos, camisas, blusas e calças com uma variedade de tecidos – como linho, algodão e gaze tecida artesanalmente. A maioria das peças da coleção está em tons neutros. No entanto, a marca também oferece roupas em variações de azul e vinho, para iluminar o seu visual ainda minimalista.

  • COS

    Ao contrário da loja irmã de fast-fashion, a H&M, a COS oferece noções básicas atemporais que se propõem a ser duradouras devido aos seus designs simples, mas bem construídos. Não é de surpreender que a COS agora seja a linha principal do grupo, pois a H&M luta para entrar em sintonia com os consumidores – o que sinaliza uma mudança cultural nos consumidores modernos, com foco em compras com menor número de itens, mas com alta qualidade, em vez de comprar uma quantidade maior de peças de menor qualidade.

  • VETTA

    A marca aumenta a aposta quando se trata de se vestir de maneira minimalista e funcional. E torna o processo bem mais fácil com a venda de coleções de roupas de mini cápsulas pré-estilizadas, cada uma com cinco peças. Embora a compra de toda a cápsula ofereça um look completo, tornando este pacote muito conveniente, a VETTA também tem itens individuais. Os produtos são todos feitos de tecidos sustentáveis ​​(principalmente Tencel) ou de matéria morta (excesso de tecido deixados em aterros). Além disso, suas roupas são fabricadas domesticamente, em fábricas éticas, supervisionadas regularmente pela própria grife.

    A VETTA mostra que o minimalismo, em todos os sentidos, pode ser facilmente integrado ao seu guarda-roupa sem que você tenha que sacrificar o estilo.

Mijeong Park

A grife de Los Angeles oferece peças simples e sofisticadas, variando de ternos a largos suéteres e blusas. Formalmente conhecida como Archo, a marca foi fundada pelo designer coreano-americano Mijeong Park em 2015. Com sua estética inspirada na Califórnia, alfaiataria limpa e paleta de cores neutras, todos os seus itens podem ser facilmente estilizados para qualquer ocasião – perfeitamente adequados para um dia de trabalho ou traje de fim de semana. A atemporalidade das roupas faz com que elas acabem se tornando os pilares de qualquer guarda-roupa, independentemente da temporada.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).