5 resorts para degustar o melhor vinho italiano

Divulgação
Estabelecimentos históricos oferecem, ainda, ricos cardápios sazonais

Novembro ainda é um mês ótimo para visitar a região vinícola italiana — enquanto a colheita de uva vai terminando, outra, de azeitona, está em alta. O clima outonal do hemisfério norte, juntamente com os restaurantes da área que oferecem ricos cardápios sazonais, são apenas algumas das razões para se refugiar nas paisagens cobertas de vinhedos nas próximas semanas.

LEIA MAIS: 4 exclusivos destinos para relaxar no Brasil

Entre os muitos hotéis voltados aos amantes de vinhos na Itália, selecionamos abaixo 5 resorts que oferecem algo a mais — além da excelente bebida dos deuses:

  • 1. Il Borro Relais & Chateaux

    Il Borro Relais & Chateaux é como uma villa cujo prefeito tem um gosto impecável por decoração de interiores, arte e comida. Isso porque a força motriz por trás de Il Borro, a 52 quilômetros de Florença, é Ferruccio Ferragamo — presidente da marca de moda global que leva o nome de seu pai. Outro lançador de gostos da família, o filho de Ferruccio, Salvatore, é CEO da Il Borro.
    (((vamos dar com hyperlink e a opção de abrir outra aba, tá?)))

    A área, que pertenceu à família real Savoy, da antiga Itália, se estende por 700 hectares de belas paisagens toscanas e oferece diferentes opções de hospedagem — suítes em villas medievais; moradias, incluindo a histórica propriedade de um duque italiano; e fazendas (além das ofertas Relais & Chateaux). Ferragamo teve as vinhas replantadas em 1996. Hoje, a vinícola produz tintos, branco, rosés e até grappa e Vin Santo.

    Há muito o que fazer no Il Borro, que tem seu próprio museu de arte (Galleria Vino e Arte), butiques e lojas de artesanato, além de oportunidades para passeios a cavalo, test drives da Ferrari, coleta de trufas e aulas de culinária. Il Borro tem pacotes especiais de férias para o Natal e Ano Novo. Para aqueles que ficarem no Villa Il Borro, o pacote inclui jantares privados (e almoço no dia de Natal), preparados pelo chef do resort.

    Site: https://www.relaischateaux.com/us/italy/ilborro-toscana-san-giustino-valdarno

  • 2. Toscana Resort Castelfalfi

    O Toscana Resort Castelfalfi, uma vila restaurada a 64 km a sudoeste de Florença, tem uma longa e agitada história com raízes profundas na Idade Média e conexões com as famílias mais poderosas da Toscana. Há muitas opções de hospedagem nesse lugar perfeito da Terra — o hotel cinco estrelas Il Castelfalfi e o quatro estrelas La Tabaccaia, além de apartamentos e villas para alugar. Se você quiser esticar a estadia, há moradias para comprar, entre casas concluídas e em restauração.

    O Castelfalfi produz seis rótulos de vinhos, entre eles um Chianti e Chianti Riserva DOCG, de vinhas que cultivam uvas Sangiovese, Merlot e Cabernet Sauvignon juntamente com outras variedades. A propriedade de 1100 hectares também produz azeite a partir das mais de 10 mil oliveiras do terreno. Um deleite especial é jantar no La Rocca di Castelfalfi, no castelo medieval restaurado que pertenceu à família Medici. O Castelfalfi também oferece o maior campo de golfe da região.

    Site: http://www.castelfalfi.com/

  • 3. Castello di Ama

    Os amantes da arte devem considerar uma visita ao Castello di Ama, descrito pela Wine Spectator como “uma das melhores propriedades de Chianti Classico”, não só pelo vinho altamente conceituado, mas também pelas obras contemporâneas de artistas importantes, como Michelangelo Pistoletto, Anish Kapoor e Hiroshi Sugimoto, que podem ser encontrados em toda a propriedade.

    A proprietária, Lorenza Sebasti, e o enólogo Marco Pallanti são os autores intelectuais do projeto que une arte e vinho, localizado em seu próprio bairro, chamado Località Ama, cerca de 27 quilômetros ao norte de Siena. O Ama oferece a oportunidade de uma estadia excepcionalmente íntima no coração do país do vinho — há apenas cinco suítes no Villa Ricucci do século 18, localizado a poucos passos da vinícola. O chef da família prepara almoço e jantar no Il Restoro, restaurante na vizinha Villa Pianigiani. Mais informações: info@castellodiama.com

    Site: http://www.castellodiama.com/en/

  • 4. Castello Del Nero

    Desde o século 12, Castello Del Nero teve apenas três proprietários, incluindo o clã nobre de quem recebe o seu nome. Depois, veio a família Torrigiani, proprietários de vastas extensões na Toscana e, mais recentemente, o empresário americano Robert Trotta, que, após uma extensa reforma da propriedade histórica (ele trabalhou com a Comissão de Belas Artes Italiana), abriu-a como um hotel de luxo em 2006.

    A cerca de 33 quilômetros de Florença, em Tavarnelle Val di Pesa, o Castello tem 50 quartos e suítes (a suíte Marchesa Anna com afrescos é esplêndida), um spa sibarítico — ou afeito aos prazeres físicos — com muitas ofertas de tratamentos e o restaurante com estrela Michelin, La Torre. As adegas do século 12, onde são realizadas degustações, são conhecidas por sua extensa coleção de vinhos finos de todo o mundo, com muitos rótulos da Toscana. O Castello Del Nero tem uma produção limitada de dois vinhos tintos, Pieve Del Nero e Il Levriero, que não são vendidos em lojas, mas estão disponíveis no restaurante e para compra no hotel.

    Site: https://www.castellodelnero.com/en/

  • 5. Capofaro Malvasia & Resort Relais & Châteaux

    Capofaro Malvasia & Resort Relais & Châteaux, do arquipélago das ilhas Eólias, a Ilha de Salina (a norte da Sicília) tem um cenário especialmente dramático, com vistas esplêndidas do Mar Tirreno e das ilhas de Panarea e Stromboli. De propriedade da família aristocrática Tasca, famosa por suas propriedades Tasca d’Almerita em toda a Sicília, esta propriedade nutre vinhedos que produzem as uvas para os vinhos Malvasia (secos e doces). A cozinha do resort inspira-se na grande classe de chefs da Sicília, contratada pela nobreza pela sua proeza com métodos de cozinha francesa do século 19 e pelas tradições gastronômicas rústicas das ilhas. Além de degustação de vinhos e aulas de culinária, você pode organizar uma viagem de barco para outras ilhas do arquipélago enquanto estiver hospedado no Capofaro. O resort está aberto de meados de abril a início de outubro.

    Site: https://www.relaischateaux.com/us/italy/capofaro-malvasia-resort-malfa-salina-aeolian-island

1. Il Borro Relais & Chateaux

Il Borro Relais & Chateaux é como uma villa cujo prefeito tem um gosto impecável por decoração de interiores, arte e comida. Isso porque a força motriz por trás de Il Borro, a 52 quilômetros de Florença, é Ferruccio Ferragamo — presidente da marca de moda global que leva o nome de seu pai. Outro lançador de gostos da família, o filho de Ferruccio, Salvatore, é CEO da Il Borro.
(((vamos dar com hyperlink e a opção de abrir outra aba, tá?)))

A área, que pertenceu à família real Savoy, da antiga Itália, se estende por 700 hectares de belas paisagens toscanas e oferece diferentes opções de hospedagem — suítes em villas medievais; moradias, incluindo a histórica propriedade de um duque italiano; e fazendas (além das ofertas Relais & Chateaux). Ferragamo teve as vinhas replantadas em 1996. Hoje, a vinícola produz tintos, branco, rosés e até grappa e Vin Santo.

Há muito o que fazer no Il Borro, que tem seu próprio museu de arte (Galleria Vino e Arte), butiques e lojas de artesanato, além de oportunidades para passeios a cavalo, test drives da Ferrari, coleta de trufas e aulas de culinária. Il Borro tem pacotes especiais de férias para o Natal e Ano Novo. Para aqueles que ficarem no Villa Il Borro, o pacote inclui jantares privados (e almoço no dia de Natal), preparados pelo chef do resort.

Site: https://www.relaischateaux.com/us/italy/ilborro-toscana-san-giustino-valdarno

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).