7 dicas para evitar estresse na esteira de bagagens

iStock
Uma maneira de pegar as malas com tranquilidade é esperar por um lugar vazio na esteira

Pegar as malas ao fim de um voo cansativo pode, às vezes, ser uma aventura — ou desventura. O viajante quer sair do aeroporto, tomar um banho, relaxar, fazer uma refeição, e é impedido pela bagagem, que demora a aparecer na esteira. E pode até não dar as caras. Tem início, então, um verdadeiro suplício para recuperar os bens. O que poucos sabem é que há uma etiqueta que, se seguida, pode tornar mais fácil o processo.

LEIA MAIS: Dois aeroportos brasileiros estão no Top 10 mundial

Primeira e mais importante recomendação: não seja rude. Mesmo que você tenha pagado um preço alto para despachar a mala, ou pelas passagens de avião, não há desculpa. Infelizmente, no entanto, esse é um dos vários erros que o turista comete sem perceber na hora de reclamar as malas.

Veja, na galeria de fotos abaixo, 7 dicas para não se estressar (demais) na coleta de bagagens:

  • 1. Não tumultue

    Esta é uma área de coleta de bagagem, não um show de rock. Você não precisa ficar na fila do gargarejo. Dê um passo para trás. Assim, você dará espaço para que os outros peguem a própria mala e saiam. Dar um passo para trás também pode livrar você de receber cotoveladas ou uma pancada nos joelhos, desferida por alguém que acabou de pegar a mala. Além do mais, quanto menor o tumulto, mais fácil para todos, inclusive você mesmo, enxergar e resgatar sua bagagem. Pensando nisso, alguns aeroportos internacionais pintaram uma linha a um metro da esteira. Ao avistar sua bolsa, não vá até ela. Espere que ela esteja ao alcance para pegá-la. A pessoa ao seu lado pode estar com a dela à frente e ser bloqueada por você.

  • 2. Libere o caminho

    Quando se viaja com várias malas, há uma grande chance de elas chegarem separadas à esteira. Tire uma a uma e, uma a uma, as mantenha longe dos outros passageiros. Você provavelmente achará mais fácil manter suas malas à sua frente ou ao seu lado, mas pense nos outros. Você não quer que as pessoas bloqueiem você, por isso, não bloqueie ninguém. Quando se viaja com outra pessoa, essa operação é mais fácil. Seu ou sua acompanhante pode ficar com as malas a uma certa distância, enquanto você vigia a esteira. Se estiver com vários companheiros de viagem, pode criar um sistema de retransmissão — um passa para o outro até que a mala esteja fora da área de retirada — e evitar que alguém tropece nas suas coisas. Outra dica para liberar passagem: bagagem com alça retrátil sai da esteira em segundos.

  • 3. Empilhe as malas

    Se a sua bagagem de mão puder ser empilhada com as malas despachadas, dê alguns passos para trás, até sair da faixa de um metro em volta da esteira, e arrume-as antes de deixar o aeroporto. Procure tratar a área de retirada de bagagem como a linha de segurança da TSA (Transportation Security Administration ou, em tradução livre, Administração de Segurança de Transporte). Não é um local, por exemplo, que deva ser entendido como vestiário. Assim como você não quer ver gente ao seu lado ou à sua frente trocando de sapato ou afivelando o cinto que estava na mala, procure um canto ou um banco para terminar de se arrumar. Pegue as malas e saia, dê espaço para os outros.

  • 4. Marque sua mala

    Embora existam diversas marcas e formatos diferentes de malas, muitas são bastante parecidas. Você pode destacar ainda mais a sua ao amarrar nela um pedaço de tecido colorido. Um detalhe pode evitar que você pegue a errada por acidente. E pode deixá-lo mais relaxado, enquanto observa a esteira ao longe.

    Algumas formas de marcar a bagagem:
    – Amarrar uma bandana vermelha na alça
    – Pôr uma etiqueta com nome e contato
    – Usar um cinto de bagagem
    – Investir em malas de cores diferentes (em vez das tradicionais)

    Para encontrar outra solução, preste atenção nas bolsas de outros. Elas podem sugerir ideias ou, se você notar uma tendência ou cor comum, podem sugerir algo que você não deve fazer, se quer evitar confusão.

    Você pode até considerar levar malas iguais, se for despachar mais de uma. Nesse caso, a similaridade ajuda a reconhecer o conjunto todo.

  • 5. Xô, crianças

    Viajar com crianças pequenas nem sempre é fácil, especialmente se você for o único adulto. Por razões de segurança, seus filhos devem estar sempre ao seu lado. Mas, na hora de pegar a mala, isso pode ser bastante complicado. Se não tiver outro adulto na viagem para que um fique com as crianças enquanto o outro vai até a esteira, talvez seja melhor esperar alguns minutos para que a multidão diminua e resgatar as malas. É claro que, se você avistar a mala e tiver como chegar junto já na primeira passagem pela esteira, agarre-a. Mas lembre-se de que você está lidando com bagagens e crianças, e a área da retirada de bagagens pode ser uma pista de obstáculos.

  • 6. Aguarde uma brecha
    Uma maneira de pegar as malas com tranquilidade é esperar por um lugar vazio na esteira. Como isso pode levar alguns minutos, você pode aproveitar para dar um pulo no banheiro, que em geral é menos lotado do que os que estão perto do portão de chegada.

  • 7. Ajude os idosos

    Estamos todos focados em pegar nossa bagagem e sair o mais rápido possível. Mas, se você vir alguém que precise de ajuda, reserve alguns segundos para ajudá-lo. Mal, com toda a certeza, não vai te fazer.

1. Não tumultue

Esta é uma área de coleta de bagagem, não um show de rock. Você não precisa ficar na fila do gargarejo. Dê um passo para trás. Assim, você dará espaço para que os outros peguem a própria mala e saiam. Dar um passo para trás também pode livrar você de receber cotoveladas ou uma pancada nos joelhos, desferida por alguém que acabou de pegar a mala. Além do mais, quanto menor o tumulto, mais fácil para todos, inclusive você mesmo, enxergar e resgatar sua bagagem. Pensando nisso, alguns aeroportos internacionais pintaram uma linha a um metro da esteira. Ao avistar sua bolsa, não vá até ela. Espere que ela esteja ao alcance para pegá-la. A pessoa ao seu lado pode estar com a dela à frente e ser bloqueada por você.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).