Uísque leiloado a US$ 1,1 mi vira peça de colecionador

Reprodução/Forbes
A bonita peça foi apresentada dentro de um estojo de latão e vidro, mas deve ser entregue ao comprador na caixa de madeira original

Um Macallan de 60 anos acaba de ser vendida em leilão por US$ 1,1 milhão, tornando-se a garrafa de uísque do tipo padrão mais cara já leiloada. No leilão, promovido pela casa Bonhams, em Edimburgo, a garrafa foi comprada por um colecionador particular da Ásia, que fez o lance por telefone. Sim: um curto telefonema de US$ 1 milhão. Destilada em 1926 e envasada em 1986, esta é a garrafa de número 5 de 12 assinadas por Valerio Adami, artista italiano.

LEIA MAIS: 50 melhores bares do mundo em 2018

“É o Rolls Royce dos maltes”, disse o especialista da Bonhams Martin Green. “Obviamente, não sabemos o que acontecerá com ele, mas qualquer um que gastar cerca de US$ 1 milhão com uma garrafa de uísque pode se dar ao luxo de beber. Contudo, é um objeto de beleza por si só — quase uma peça de museu.” A bonita peça foi apresentada dentro de um estojo de latão e vidro, mas deve ser entregue ao comprador na caixa de madeira original.

O uísque, envelhecido em barris de xerez, foi lançado ao preço inicial de US$ 27.000. Os clientes mais fiéis da Macallan receberam oferta pela série de 12 garrafas e, uma a uma, elas desapareceram da destilaria, para ressurgir depois, ocasionalmente, em leilões. Uma delas foi vendida por US$ 75 mil em um leilão da Christie’s em 2007. Mais recentemente, outra foi comprada no aeroporto de Dubai por US$ 600 mil. Esta em particular, a de número 5, foi vendida em 1994 e passou os últimos 24 anos com o primeiro proprietário, até o leilão da Bonhams. Já não se sabe quantas desta série ainda existem, o que torna esta venda ainda mais importante.

Aberta em 1824 na Escócia, a marca logo se tornou uma das mais disputadas e colecionadas. Recentemente, abriu uma nova destilaria, com uma enorme campanha de marketing. O lançamento foi tão grande que fechou a estrada perto da unidade, enquanto fãs corriam para o local em busca de uma garrafa para chamar de sua. A destilaria avança em termos de exposição, mas, à medida que os preços aumentam, mais fãs se afastam do balcão de compras e menos garrafas são realmente consumidas.

Cada lançamento tem o preço disparado no mercado secundário e se torna inacessível para os fãs de longa data, que realmente gostam beber uísque. A nova NAS Macallan Genesis teve o preço multiplicado por dez vezes em duas semanas. O futuro dos consumidores de Macallan não parece promissor. Colecionadores, no entanto, podem se alegrar.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).