Unidades do edifício mais alto do mundo são colocadas à venda

Prédio será finalizado em 2020

Há cerca de cinco anos, a incorporadora Extell anunciou a construção do edifício residencial mais alto de Nova York, com 472 metros de altura. Ontem (15), suas 179 unidades foram colocadas à venda, com previsão de entrega em 2020 e valores apenas sob consulta. O projeto está sendo feito em conjunto com o grupo Shanghai Municipal Investment, por meio do braço voltado ao mercado imobiliário norte-americano.

LEIA MAIS: Guia traz roteiro para 24 horas em… Nova York

Localizado na região de Upper West Side, no quarteirão batizado de Billionaires Row (ala dos bilionários), o Central Park Tower fica no número 217 da 57th Street. Bem próximo a ele está outra torre altíssima e cara, a One57, também da Extell, onde estão localizados os apartamentos mais caros já vendidos em Nova York: US$ 100,5 milhões cada.

Alguns detalhes do Central Park Tower já foram revelados. O projeto da torre é do Adrian Smith + Gordon Gill Architecture (AS+GG) – o escritório também é responsável pelo arranha-céu Jeddah Tower, na Arábia Saudita, atualmente em construção. Todas as residências foram pensadas para ter vistas surpreendentes ( a fachada norte dá direto para o Central Park).

Já o design de interiores ficou a cargo do Rottet Studio, que também assina os projetos do St. Regis Aspen e The Beverly Hills Hotel. Todas as residências estão localizadas a partir do 32º andar do edifício. São apartamentos de dois a oito dormitórios, com tamanhos que variam entre 133 m² e 1.600 m².

Os 14º, 15º e 16º andares serão ocupados por um clube privado, o Central Park Club. Serão 4.600 m² voltados aos residentes, com área de jogos, salas de cinema, terraço com piscina, bar, restaurantes e playground. O 16º andar terá, ainda, um centro de saúde e bem-estar, academia e quadras. Nos sete primeiros andares ficará instalada a nova flagship da loja de departamentos Nordstrom NYC, com 29.700 m².

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).