12 atletas mais bem pagos com menos de 25 anos

Com ganhos totais de US$ 3,8 bilhões (23% maior do que no ano anterior), os atletas mais bem pagos do mundo estão mais valorizados do que nunca.

VEJA TAMBÉM: 10 atletas mais bem pagos do mundo em 2018

Apesar de o esporte profissional ser jogado pelos mais jovens, os 100 profissionais com as melhores remunerações têm idade média de 31 anos. Conor McGregor completará 30 nesta semana, o que fará com que a lista tenha apenas um dos 10 atletas mais bem pagos ainda na casa dos 20 anos (Neymar Júnior, 26 anos.

Os principais jogadores da NFL e da NBA costumavam entrar nas ligas com contratos altíssimos, mas esses dias acabaram. Atualmente, há tetos para os acordos dos mais novos que limitam os salários.

Mas entre as restrições sobre os ganhos dos jogadores iniciantes, alguns atletas rompem o padrão, com ganhos astronômicos antes dos 30 anos. Mundialmente, há uma dúzia de atletas que receberam pelo menos US$ 23 milhões nos últimos 12 meses antes de atingirem os 26 anos de idade.

O golfista Jordan Spieth, 24 anos, lidera a lista das estrelas esportivas precoces. O atleta venceu sua terceira competição da carreira, no British Open 2017, e embolsou um cheque de US$ 1,85 milhão, o que o torna o primeiro golfista desde Jack Nicklaus em 1963 a vencer três grandes torneios antes de seu 24º aniversário. Spieth continua sendo uma estrela incrivelmente comercializável, com 10 patrocinadores, incluindo Under Armour, AT&T, Coca-Cola, Titleist e Rolex. Seus ganhos totais chegam a US$ 41,2 milhões e incluem US$ 30 milhões em abonos e cachês por aparições em eventos. O golfista ocupa o 23º lugar entre os 100 atletas mais bem pagos do mundo.

E AINDA: Os 25 atletas mais bem pagos de todos os tempos

Já Giannis Antetokounmpo, 23 anos, astro da NBA, ocupa o segundo lugar do ranking, com ganhos de US$ 35,5 milhões. Seu salário foi valorizado em quase 500% em relação ao ano passado, graças a um novo contrato de US$ 100 milhões com os Bucks, bem como a uma extensão de seu acordo com a Nike. O contrato anterior com a marca rendia cerca de US$ 20 mil ao ano, enquanto seu novo contrato se aproxima dos US$ 9 milhões somente no primeiro ano. E os ganhos do Greek Freak voltarão a subir nos próximos 12 meses com o lançamento de seu primeiro tênis exclusivo e com o aumento de US$ 1,7 milhão no salário pago pelos Bucks.

Veja, na galeria de fotos abaixo, os atletas de até 25 anos mais bem pagos do mundo. As estimativas de ganhos cobrem salários, bônus, prêmios em dinheiro, abonos, taxas de licenciamento e aparições pagas entre junho de 2017 e junho de 2018.

  • 1º. Jordan Spieth, 24 anos

    Esporte: Golfe
    País: Estados Unidos
    Ganhos anuais: US$ 41,2 milhões

    A marca Wheaties, da General Mills, colocou Spieth na capa de suas caixas de cereais, em 2017. Antecedido por Arnold Palmer, Jack Nicklaus e Tiger Woods, o jogador é o quarto a estampar o icônico cereal. Em janeiro do ano passado, a marca Under Armour lançou o primeiro sapato de golfe Spieth com uma turnê por quatro cidades, começando por Tóquio.

  • 2º. Giannis Antetokounmpo, 23 anos

    Esporte: Basquete
    País: Grécia
    Ganhos anuais: US$ 35,5 milhões

    O Greek Freak tem acordos com Nike, BMO Harris, Tissot, Kronos Foods e com várias outras empresas da Grécia, sua terra natal. O jogador aumentou sua média de pontuação anual em pelo menos quatro pontos por jogo, em cada temporada de sua carreira, que tem apenas cinco anos.

  • 3º. Anthony Davis, 25 anos

    Esporte: Basquete
    País: Estados Unidos
    Ganhos anuais: US$ 34,9 milhões

    Davis foi selecionado para a equipe principal da All-NBA neste ano, o que o coloca no patamar dos grandes pagamentos. O jogador foi pela terceira vez escolhido como um dos cinco melhores da NBA, o que significa que agora ele pode ser escolhido para um grande contrato em 2019. O acordo de cinco anos começaria em 2020 e valeria cerca de US$ 230 milhões. Os ganhos fora da quadra de Davis tiveram um impulso com a extensão do acordo com a Nike antes da temporada de 2017-18.

  • 4º. Paul Pogba, 25 anos

    Esporte: Futebol
    País: França
    Ganhos anuais: US$ 29,5 milhões

    Quatro temporadas depois de partir para a Juventus, na Itália, por alguns centavos a mais, Pogba voltou ao Manchester United em 2016 com uma taxa de transferência de US$ 120 milhões. Seu contrato de cinco anos paga mais de US$ 20 milhões anuais em bônus e salários. O meio-campista, conhecido por seus penteados excêntricos, tem um acordo de 10 anos com a Adidas, que lançou uma linha de roupas de street style com o seu nome.

  • 5º. Justin Thomas, 25 anos

    Esporte: Golfe
    País: Estados Unidos
    Ganhos anuais: US$ 26 milhões

    Os últimos 18 meses foram de festa para Thomas, já que ele acumulou seis vitórias no PGA Tour. Além de seu primeiro grande título (PGA Championship), o golfista recebeu o prêmio de PGA Player of the Year (jogador do ano) e o primeiro lugar no ranking mundial de golfe. Resultado: US$ 21 milhões em prêmios em dinheiro, incluindo o bônus de US$ 10 milhões para ganhar a FedEx Cup. O atleta também tem como patrocinadores Titleist, Footjoy, Polo, Citi, NetJets, Woodford Reserve e Beats.

  • 6º. Otto Porter Jr., 25 anos

    Esporte: Basquete
    País: Estados Unidos
    Ganhos anuais: US$ 25,3 milhões

    O momento de entrar para a lista dos mais bem remunerados veio para Otto Porter Jr no verão de 2017, quando o Brooklyn Nets lhe ofereceu US$ 106,5 milhões por quatro anos. Os Wizards decidiram, então, cobrir a oferta para o atacante. Porter ficou entre os cinco primeiros arremessadores de 3 pontos durante as duas últimas temporadas.

  • 7º. Bradley Beal, 25 anos

    Esporte: Basquete
    País: Estados Unidos
    Ganhos anuais: US $ 24,9 milhões

    Durante o verão de 2016, Beal assinou um contrato com o Washington Wizards no valor de US$ 127 milhões por cinco anos. O jogador recompensou a confiança da equipe com a maior alta de pontos e assistências na carreira durante a temporada 2016-17 e conquistou sua primeira oferta All-Star em 2018. O atleta ainda renovou com a Nike em 2016 e recebeu um grande aumento em seu salário, além de patrocínios de Pepsi, Tissot, Verizon e dos headphones Muzik.

  • 8º. Andre Drummond, 24 anos

    Esporte: Basquete
    País: Estados Unidos
    Ganhos anuais: US $ 24,9 milhões

    Drummond renovou com os Pistons por US$ 127 milhões por cinco anos, durante o período sem agenciamento em 2016. O acordo foi o maior da história dos Pistons. O jogador tem uma média de 13 rebotes por partida nas últimas cinco temporadas, além de ter liderado a liga em rebotes ofensivos em cada um desses anos. O jogador embolsa anualmente US$ 1 milhão dos patrocinadores Nike, UDIM, Halo Burger e Panini.

  • 9º. Davante Adams, 25 anos

    Esporte: Futebol americano
    País: Estados Unidos
    Ganhos anuais: US $ 24,5 milhões

    Em dezembro, Adams prorrogou seu contrato por mais quatro anos com os Packers, por US$ 58 milhões. O acordo incluiu um bônus de assinatura de US$ 18 milhões e mais US$ 30 milhões garantidos. O wide receiver acumulou 22 touchdowns nos últimos dois anos e fez seu primeiro Pro Bowl em 2017. Adams assinou contratos com Nike, Pepsi, Head & Shoulders e Associated Banc. O atleta também interage com seus fãs por meio de um aplicativo próprio, na plataforma IAm App.

  • 10º. Stephon Tuitt, 25 anos

    Esporte: Futebol americano
    País: Estados Unidos
    Ganhos anuais: US$ 24,1 milhões

    Os Steelers, em setembro de 2017, fizeram um acordo no valor de US$ 60 milhões por cinco anos. O contrato inclui um bônus de assinatura de US$ 11 milhões. Tuitt recebeu US$ 24,2 milhões nos primeiros 12 meses, com US$ 2,7 milhões do seu salário de 2018 convertidos em bônus de assinatura em março para preservar o teto salarial dos Steelers.

  • 11º. Steven Adams, 24 anos

    Esporte: Basquete
    País: Nova Zelândia
    Ganhos anuais: US$ 23,5 milhões

    O jogador de 2,13 metros de altura deu início a um contrato de quatro anos por US$ 100 milhões na temporada passada. Seu salário de US$ 22,5 milhões é sete vezes o valor dos US$ 3,1 milhões que ganhou no ano anterior. O atleta ficou em 12º lugar na lista geral dos destaques, em 2013, após um ano na Universidade de Pittsburgh. Ele havia jogado profissionalmente em Nova Zelândia, sua terra natal, mas recusou remuneração para manter sua elegibilidade na faculdade.

  • 12º. Jarvis Landry, 25 anos

    Esporte: Futebol americano
    País: Estados Unidos
    Ganhos anuais: US$ 23,2 milhões

    Landry trocou o Miami Dolphins pelo Cleveland Browns em março em um acordo de US$ 75,5 milhões por cinco anos. Os US$ 47 milhões em garantias estão empatados na terceira colocação como o maior valor pago a um receiver. O jogador liderou a NFL com 112 recepções em 2017. Fora do contexto esportivo, Landry é um aspirante a músico e, neste verão no hemisfério Norte, faz estágio na gravadora Quality Control Music, que abriga bandas como Migos e Lil Yachty.

1º. Jordan Spieth, 24 anos

Esporte: Golfe
País: Estados Unidos
Ganhos anuais: US$ 41,2 milhões

A marca Wheaties, da General Mills, colocou Spieth na capa de suas caixas de cereais, em 2017. Antecedido por Arnold Palmer, Jack Nicklaus e Tiger Woods, o jogador é o quarto a estampar o icônico cereal. Em janeiro do ano passado, a marca Under Armour lançou o primeiro sapato de golfe Spieth com uma turnê por quatro cidades, começando por Tóquio.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).