Forbes 400 2018: os mais ricos da América

Impulsionados em parte por um mercado de ações fortalecido, os 400 nomes mais ricos dos Estados Unidos bateram um novo recorde em 2018. Com a elevação da, digamos, fortuna per capita, o patrimônio líquido mínimo necessário para ingressar nesse clube de elite subiu para US$ 2,1 bilhões — US$ 100 milhões a mais do que no ano passado –, o maior valor já registrado até hoje. A fortuna total do grupo subiu para US$ 2,9 trilhões, crescendo 7% sobre o montante do ano passado e selando um outro recorde. Metade de todo esse valor está na mão de apenas 45 pessoas. Mas, se tirássemos uma média entre os 400, cada um ficaria com US$ 7,2 bilhões, bem acima do cofre médio do grupo em 2017, de US$ 6,7 bilhões.

VEJA TAMBÉM: Jeff Bezos ocupa a 1ª posição do ranking de bilionários FORBES pela primeira vez

Outra novidade, essa já esperada, é a primeira troca na liderança do grupo em 24 anos. Jeff Bezos, da gigante de compras online Amazon e hoje o homem mais rico do mundo, tomou o lugar que era ocupado por Bill Gates, da Microsoft, desde 1994. E chegou ao topo cravando marcas. Bezos se tornou a primeira pessoa a aparecer no ranking com uma fortuna pessoal de mais de US$ 100 bilhões — são incríveis US$ 160 bilhões. A ascensão natural do empresário reflete o crescimento da Amazon no último ano, quando Bezos recheou seu cofre com mais US$ 78,5 bilhões graças à alta de mais de 100% no preço das ações da companhia — o maior ganho anual desde que as fortunas começaram a ser acompanhadas.

Bill Gates, agora em segundo lugar, aparece com ​US$ 97 bilhões. Somados os cofres dos dez mais norte-americanos mais ricos beira os US$ 730 bilhões, contra US$ 610 bilhões no ano passado.

Altos e baixos

O maior destaque em termos percentuais fica com Jack Dorsey, CEO da rede social Twitter e da empresa de pagamentos Square. Sua fortuna subiu impressionantes 186% sobre o montante de 2017, puxada principalmente por uma alta no preço das ações da Square.

A maior baixa em relação à lista do ano passado foi a de George Soros, cujo patrimônio líquido caiu de US$ 23 bilhões para US$ 8,3 bilhões. Mas por uma boa causa: Soros transferiu US$ 18 bilhões de seus cofres particulares para suas fundações beneficentes Open Society Foundations.

O atual morador da Casa Branca, Donald Trump, caiu 11 posições no ranking e ocupa agora a 259ª colocação, apesar de seu patrimônio líquido ter permanecido inalterado em US$ 3,1 bilhões.

E AINDA: 3 mais ricos dos EUA têm fortuna maior que 50% dos mais pobres juntos

A metodologia da FORBES não considera ativos em fundações de caridade como parte do patrimônio líquido de um indivíduo. Pela primeira vez, porém, cada membro da Forbes 400 recebeu uma pontuação pelas doações filantrópicas que realizou, com notas que variam de 1 a 5 em uma escala crescente de caridade.

Adventícios

Mesmo com o alto passe de entrada, de US$ 2,1 bilhões, a lista deste ano conta com 15 recém-chegados, que construíram suas fortunas em setores tão variados quanto o da produção e comercialização de aparelhos auditivos, comércio eletrônico e logística.

Doze dos estreantes são, como dizem os norte-americanos, self-made men, isto é, empreendedores que fizeram sucesso por conta própria. Entre eles, estão Drew Houston, CEO da empresa de compartilhamento de arquivos online Dropbox; Thai Lee, uma imigrante sul-coreano que ergueu uma gigante revendedora de TI; e Ben Chestnut e Dan Kurzius, os cofundadores da empresa de email marketing Mailchimp.

Chris Larsen também faz sua estreia como a primeira pessoa na The Forbes 400, graças à sua fortuna em criptomoedas.

Por gênero e idade

O número de mulheres na lista chegou a 57 neste ano, contra 55 em 2017. Entre elas, estão duas empresárias que cofundaram companhias e compartilham a fortuna com o marido. Em 2017, havia cinco nessa situação. Além da já mencionada sul-coreana Thai Lee, o grupo das recém-chegadas ao ranking inclui Lynsi Snyder, que herdou e administra a popular cadeia de hambúrgueres In N Out, com sede na Califórnia — aos 36 anos, Lynsi é a mulher mais jovem no ranking.

SAIBA MAIS: Os 10 novatos mais ricos da lista de bilionários FORBES

O mais jovem de toda a edição 2018 de The Forbes 400, entre homens e mulheres, é o cofundador e CEO da rede social Snapchat, Evan Spiegel, integrante também da lista dos milionários com menos de 40 anos. Aos 28 anos, ele acumula um patrimônio líquido avaliado em US$ 2,2 bilhões.

O mais velho do ranking neste ano é Sumner Redstone, empresário de 95 anos com fortuna avaliada em US$ 4,8 bilhões.

Self-made x herdeiros

Com 269 nomes, o grupo dos ranqueados com fortunas próprias supera em muito o dos herdeiros de riqueza (64 membros) e a turma dos que receberam uma herança, mas a ampliaram com trabalho (67 membros).

  • 259ª. Donald Trump

    Fortuna: US$ 3,1 bilhões
    Fonte: TV e imóveis
    Idade: 72 anos
    Estado: Washington, D.C.
    Nota filantrópica: 1

  • 20ª. Laurene Powell Jobs & família

    Fortuna: US$ 20,5 bilhões
    Fonte: Apple e Disney
    Idade: 54 anos
    Estado: Califórnia
    Nota filantrópica: 5

  • 18ª John Mars

    Fortuna: US$ 24 bilhões
    Fonte: doces e comidas para animais
    Idade: 83 anos
    Estado: Wyoming
    Nota filantrópica: 2

  • 18ª. Jacqueline Mars

    Fortuna: US$ 24 bilhões
    Fonte: doces e comidas para animais
    Idade: 79 anos
    Estado: Virgínia
    Nota filantrópica: 2

  • 17ª. Michael Dell

    Fortuna: US$ 27,6 bilhões
    Fonte: Dell Computers
    Idade: 53 anos
    Estado: Texas
    Nota Filantrópica: 5

    Considerado um investidor de impacto em resultados ambientais ou sociais, além de retornos financeiros.

  • 16ª. Phil Knight & família

    Fortuna: US$ 33,8 bilhões
    Fonte: Nike
    Idade: 80 anos
    Estado: Oregon
    Nota filantrópica: 4

  • 15ª. Sheldon Adelson

    Fortuna: US$ 35,5 bilhões
    Fonte: casinos
    Idade: 85 anos
    Estado: Nevada
    Nota filantrópica: 4

  • 14ª. Steve Ballmer

    Fortuna: US$ 42,3 bilhões
    Fonte: Microsoft
    Idade: 62 anos
    Estado: Washington
    Nota filantrópica: 4

    Considerado um investidor de impacto em resultados ambientais ou sociais, além de retornos financeiros.

  • 12ª. S. Robson Walton

    Fortuna: US$ 44,9 bilhões
    Fonte: Walmart
    Idade: 74 anos
    Estado: Arkansas
    Nota filantrópica: N/A (não aplicável)

  • 12ª. Alice Walton

    Fortuna: US$ 44,9 bilhões
    Fonte: Walmart
    Idade: 69 anos
    Estado: Texas
    Nota filantrópica: 3

  • 11ª. Jim Walton

    Fortuna: US$ 45,2 bilhões
    Fonte: Walmart
    Idade: 70 anos
    Estado: Arkansas
    Nota filantrópica: 2

  • 10ª. Michael Bloomberg

    Fortuna: US$ 51,8 bilhões
    Fonte: Bloomberg LP
    Idade: 76 anos
    Estado: Nova York
    Nota filantrópica: 5

  • 9ª. Sergey Brin

    Fortuna: US$ 52,4 bilhões
    Fonte: Google
    Idade: 45 anos
    Estado: Califórnia
    Nota filantrópica: 4

  • 7ª. David Koch

    Fortuna: US$ 53,5 bilhões
    Fonte: Koch Industries
    Idade: 78 anos
    Estado: Nova York
    Nota filantrópica: 4

  • 7ª. Charles Koch

    Fortuna: US$ 53,5 bilhões
    Fonte: Koch Industries
    Idade: 82 anos
    Estado: Kansas
    Nota filantrópica: 4

  • 6ª. Larry Page

    Fortuna: US$ 53,8 bilhões
    Fonte: Google
    Idade: 45 anos
    Estado: Califórnia
    Nota filantrópica: 4

  • 5ª. Larry Allison

    Fortuna: US$ 58,4 bilhões
    Fonte: Software
    Idade: 74 anos
    Estado: Califórnia
    Nota filantrópica: 4

  • 4ª. Mark Zuckerberg

    Fortuna: US$ 61 bilhões
    Fonte: Facebook
    Idade: 34 anos
    Estado: Califórnia
    Nota filantrópica: 5

    Considerado um investidor de impacto em resultados ambientais ou sociais, além de retornos financeiros.

  • 3ª. Warren Buffett

    Fortuna: US$ 88,3 bilhões
    Fonte: Berkshire Hathaway
    Idade: 88 anos
    Estado: Nebraska
    Nota filantrópica: 5

  • 2ª. Bill Gates

    Fortuna: US$ 97 bilhões
    Fonte: Microsoft
    Idade: 63 anos
    Estado: Washington
    Nota filantrópica: 5

    Considerado um investidor de impacto em resultados ambientais ou sociais, além de retornos financeiros.

  • 1ª.Jeff Bezos

    Fortuna: US$ 160 bilhões
    Fonte: Amazon
    Idade: 54 anos
    Estado: Washington
    Nota filantrópica: 2

259ª. Donald Trump

Fortuna: US$ 3,1 bilhões
Fonte: TV e imóveis
Idade: 72 anos
Estado: Washington, D.C.
Nota filantrópica: 1

Metodologia

Este é o 37º ano do emblemático The Forbes 400, ranking de cidadãos dos EUA que possuem ativos no país. Para a lista de 2018, foram considerados, em uma primeira etapa, 700 candidatos. Quando possível, os participantes foram contatados pessoalmente ou por telefone. A FORBES também entrevistou seus funcionários, rivais, colegas e advogados. Descobrir a fortuna dos bilionários exigiu a checagem de milhares de documentos da SEC (Securities and Exchange Commission), a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) norte-americana, de registros judiciais e de notícias. Além do levantamento de todos os tipos de ativos: participações em empresas públicas e privadas, imóveis, obras de arte, iates, aviões, fazendas, vinhedos, joias, coleções de carros e muito mais.

As estimativas são baseadas também no valor das ações das empresas a partir de 7 de setembro de 2018. Alguns dos integrantes da The Forbes 400 podem ter ganhado ou perdido patrimônio até o momento da publicação.

Considerações à parte, não houve pretensão de escrutinar o patrimônio privado de cada bilionário, embora alguns candidatos tenham fornecido documentação para tanto. Alguns CEOs compartilharam seus dados financeiros com facilidade, outros foram mais resistentes. Para avaliar as companhias privadas, foram combinadas as estimativas de receita ou lucro com os índices médios de preço/receita ou preço/lucro de organizações de capital aberto semelhantes.

Não foram incluídas fortunas familiares dispersas, mas sim a riqueza pertencente aos parentes imediatos de um bilionário, quando o patrimônio como um todo pôde ser atribuído ao fundador vivo do negócio — nesse caso, você verá o nome do super-rico acompanhado de “& família”.

Também foram incluídos casais que construíram fortunas e negócios juntos, desde que, também juntos, somassem uma fortuna de US$ 4,2 bilhões — o que dá um patrimônio mínimo de US$ 2,1 bilhões por cabeça, valor de corte para fazer parte do ranking neste ano. Nesses casos, os dois nomes são listados.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).