Os mágicos mais bem pagos do mundo em 2018

Getty Images
Este ano, David Copperfield, a lenda viva do ilusionismo, aumentou sua fortuna ao ganhar US$ 61 milhões em 12 meses

Para David Copperfield, foi amor à primeira vista. Quando ele tinha 10 anos, sua mãe o levou à Macy’s, na Herald Square. O mágico da loja fez uma moeda desaparecer e reaparecer em uma pequena tábua de madeira. O simples truque foi suficiente para convencer o menino a comprar o brinquedo e, mais importante, interessar-se pelo ilusionismo.

LEIA MAIS: As celebridades mortas mais lucrativas de 2018

Cinco décadas depois, David Copperfield é o mágico mais rico do mundo, com um patrimônio estimado em US$ 875 milhões que inclui 11 ilhas particulares nas Bahamas, além de uma vasta coleção de artefatos mágicos. (A tábua de madeira de sua infância e até mesmo o balcão da Macy’s que ele comprou posteriormente são apresentados no museu de Copperfield.)

Este ano, a lenda viva do ilusionismo aumentou sua fortuna ao ganhar US$ 61 milhões em 12 meses, tornando-se o mágico mais bem pago do mundo mais uma vez. Copperfield fez impressionantes 670 shows no MGM Grand durante nosso período de apuração (1 de junho de 2017 a 1 de junho de 2018).

“Não são apenas truques”, disse Copperfield à FORBES em 2013. “Segredos e muito trabalho duro fazem parte de tudo isso.”

Penn & Teller aparece em 2o lugar com ganhos de US$ 30 milhões. A dupla se apresenta cinco noites por semana no Rio, em Las Vegas, e tem um popular show de competição de mágica, o “Fool Us”, no canal CW.

Os ganhos de Copperfield e da dupla Penn & Teller caíram este ano devido ao tiroteio em Las Vegas em outubro de 2017, que deixou 59 mortos e centenas de feridos. Como consequência, a Las Vegas Strip – principal rua da cidade, onde se concentram as principais casas de shows, hotéis e cassinos – amargou uma queda de 6% na receita, em comparação com outubro do ano anterior, de acordo com o Nevada Gaming Control Board. A Las Vegas Convention and Visitors Authority também informou que a visitação diminuiu 4,2%.

VEJA TAMBÉM: Os melhores CEOs do Brasil

A estrela do programa de televisão “Mindfreak”, Criss Angel, também viu seus ganhos sofrerem impacto na cidade. Mas o mago mais do que compensou a diferença em uma turnê que incluiu 31 apresentações. Angel arrecadou US$ 16 milhões, US$ 1,5 milhão a mais do que em 2017.

Há duas semanas, Angel encerrou sua residência de uma década no Cirque du Soleil do Luxor Hotel em Las Vegas. O show Mindfreak, renovado com novos números de ilusionismo, será transferido para o Planet Hollywood em dezembro.

Combinados, os sete mágicos mais bem pagos do mundo ganharam US$ 149 milhões em 12 meses, antes de impostos e taxas de administração. O 5o colocado no ranking do ano passado, Dynamo, não aparece este ano. O mágico inglês se apresentou poucas vezes durante o período de levantamento das informações em função de dificuldades causadas pela doença de Crohn. Contudo, este mês, Dynamo vai estrear um novo show em Londres, no The Abandoned Room, seu bar clandestino de alto nível. Com apenas 96 lugares e 20 apresentações em novembro, o local certamente ficará lotado.

Apesar da saída de Dynamo na lista, os ganhos coletivos dos mais bem pagos aumentaram em US$ 2 milhões. Isso pode ser atribuído a David Blaine, cujos lucros mais que dobraram em relação aos US$ 6 milhões do ano passado, subindo para U$ 13,5 milhões. O artista, que na versão nova da lista está em 4o lugar, fez mais de 50 shows de sua primeira turnê norte-americana em um ano. Esgotada, arrecadou estimados US$ 12 milhões – a maior turnê de qualquer mágico solo deste ano -, incluindo ingressos e merchandise, além de encontros com fãs, que incrivelmente lucrativos para todos os artistas. Pacotes VIP, que incluem breves encontros e cumprimentos, podem custar bem mais de quatro ou cinco vezes o preço de um ingresso regular.

E AINDA: As 10 atrizes de TV mais bem pagas de 2018

As 50 datas da turnê de Blaine podem parecer pequenas quando comparadas aos números de desempenho de Copperfield, Penn & Teller e do mentalista Derren Brown, que embarcaram em 100 shows ao longo dos últimos 12 meses. Mas é uma façanha notável, já que Blaine teve que executar suas manobras mais duras noite após noite, incluindo regurgitar um sapo vivo, costurar seus lábios e prender a respiração embaixo d’água. O mago do Bronx não consegue nem comer nos dias em que faz o truque do sapo. Apesar do custo físico, Blaine levará a turnê ao Reino Unido no final da primavera de 2019.

“O que o público vê, todas as noites, é um evento com um monte de talentos de resistência, no qual qualquer coisa poderia interromper o show”, disse Blaine à Rádio KIRO. “É divertido para mim, mas é muito difícil fisicamente.”

Apenas um mágicos deste ano lançou um especial. “Sacrifice”, de Derren Brown, estreou na Netflix no mês passado. Embora o mago Michael Carbonare e a dupla Penn & Teller tenham séries de televisão, a maior parte do dinheiro vem das performances ao vivo, seja em uma arena de 4 mil lugares ou em um evento privado para um cliente corporativo. O verdadeiro valor de um programa na TV é atrair os espectadores para as apresentações ao vivo.

Veja, na galeria de fotos abaixo, os 7 mágicos mais bem pagos do mundo em 2018:

  • 7. Derren Brown

    Ganhos: US$ 8 milhões

    O mentalista britânico se apresentou mais de 100 vezes no período apurado, incluindo West End e Off-Broadway. Você pode ver Brown na telinha com seu provocativo especial da Netflix, “Sacrifice”, que estreou em outubro.

  • 6. Michael Carbonaro

    Ganhos: US$ 8,5 milhões

    O mágico que prega peças produz o espetáculo de câmera escondida do canal truTV, “The Carbonaro Effect”. Mas a maior parte da sua fortuna vem dos teatros lotados na América do Norte e dos shows privados.

  • 5. The Illusionists

    Ganhos: US$ 12 milhões

    A produção da turnê de magia, com elenco rotativo, realizou mais de 350 shows em todo o mundo. O próprio Shin Lim, do grupo, ganhou recentemente o America’s Got Talent por seus truques.

  • 4. David Blaine

    Ganhos: US$ 13,5 milhões

    O artista mais do que dobrou seus ganhos graças a uma esgotada turnê pelos Estados Unidos, que contou com suas manobras mais cansativas, como regurgitar sapos vivos e prender a respiração debaixo d’água. Blaine também coleciona pagamentos de seis dígitos por apresentações privadas para clientes como o bilionário fundador do PayPal Peter Thiel, que o contratou para se apresentar em seu casamento em Viena, no ano passado, e empresas de grande porte como Salesforce e Intel.

  • 3. Criss Angel

    Ganhos: US$ 16 milhões

    A estrela de “Mindfreak”, que faz a maior parte de seus milhões de dólares em Las Vegas com o Cirque du Soleil, aumentou seus ganhos no ano passado em turnês. Ele terminou seu contrato de 10 anos com o circo no final de outubro, mas o espetáculo será revivido no Planet Hollywood em dezembro.

  • 2. Penn & Teller

    Ganhos: US$ 30 milhões

    A estranha dupla executa sua mágica em Las Vegas, cinco noites por semana. Contudo, no período analisado, também embarcou em uma viagem para uma turnê no Reino Unido. A popular competição dos mágicos, “Fool Us”, foi renovada para a sexta temporada, no mês passado, pelo canal CW.

  • 1. David Copperfield

    Ganhos: US$ 61 milhões

    O mágico mais rico do mundo apresentou 670 shows no MGM Grand durante o período contabilizado. Copperfield também ganha dinheiro com Musha Cay – seu enclave de 11 ilhas privadas das Bahamas -, onde os hóspedes pagam seis dígitos para ficar e ver o ilusionista ao vivo.

7. Derren Brown

Ganhos: US$ 8 milhões

O mentalista britânico se apresentou mais de 100 vezes no período apurado, incluindo West End e Off-Broadway. Você pode ver Brown na telinha com seu provocativo especial da Netflix, “Sacrifice”, que estreou em outubro.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).